Combate à VBG: ICIEG quer maior engajamento a esta causa

4/02/2019 01:22 - Modificado em 4/02/2019 01:22

Para isso, o Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade do Género (ICIEG), em parceria com a cooperação espanhola, formou já, em todo o arquipélago, 300 líderes comunitários em matéria de Igualdade de Género e Violência Baseada no Género (VBG).

De acordo com o Instituto, as acções de formação, que visam “promover o maior engajamento” dos representantes das comunidades na luta pela igualdade do género e, logo, no combate à VBG.

As acções já decorreram nas ilhas do Fogo, Brava, Sal, São Vicente, Maio e Santiago e nos concelhos do Paul e Ribeira Grande de Santo Antão, onde os líderes comunitários destes município foram capacitados para poderem contribuir, a nível das suas comunidades, para a promoção de igualdade do género e no combate à VBG, apoiando e ajudando as vítimas a romperem com o ciclo de violência.

A iniciativa do ICIEG conta ainda com o envolvimento dos municípios e centros de apoio às vítimas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.