Carnaval de São Vicente à espera apenas do dia D

4/02/2019 00:37 - Modificado em 4/02/2019 00:39
| Comentários fechados em Carnaval de São Vicente à espera apenas do dia D
Fotos: LIGOC-SV

O dia D, 05 de Março, altura para quando está agendado o desfile oficial do carnaval de São Vicente, com a actuação de quatros grupos, como tem sido hábito nos últimos anos. com o regresso de Estrelas do Mar, a expectativa de cinco grupos a desfilar pelo centro da cidade parecia uma realidade, só que não. O Vindos do Oriente, o atual campeão do carnaval de São Vicente, não irá participar dos desfiles oficiais.

Assim sendo, Monte Sossego, Flores do Mindelo, Estrelas-do-Mar e Cruzeiros do Norte, são os grupos oficiais deste ano, com a saída pela ordem acima apresentada, com o “Montsú” a abrir o desfile e Cruzeiros do Norte a encerrar.

Este sábado, com a apresentação do Enredo, Casal Real, Música, Porta-bandeira e Rainha de Bateria do Grupo Estrelas do Mar, fica tudo pronto para mais uma festa do Rei Momo. Após uma paragem de sete anos, o grémio volta ao activo com a pretensão de conquistar o ceptro, ostentado até o momento pelo Vindos do Oriente, com um enredo intitulado A mensageira” e a música “Gongon”.

A Rainha da bateria foi entregue à jovem Ilsevania Alves, que desfilou nos últimos dois anos pelo grupo Cruzeiros do Norte.

Natural da ilha do Maio, já desfilou também pela Escola de Samba Tropical.

Os quatro grupos já têm em marcha a operacionalização do plano do Carnaval 2019, todos com obras em curso nos respectivos estaleiros e todos com enredo já divulgado publicamente.

Alguns grupos já levam semanas de preparação, com os músicos a afinar a voz, assim como a batucada que se esta a preparando para mais um show. Em termos de ensaios de figurantes, o caminho segue o mesmo, o Estrelas-do-mar, sendo o último a apresentar o seu enredo e música, agendou para esta segunda-feira, 04 Fevereiro, os ensaios dos figurantes.

Este ano, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas vai disponibilizar um valor de 800 contos aos grupos de São Nicolau, enquanto São Vicente, para além de receber cinco mil contos, vai ter financiado em cerca de três mil contos para o sistema de som durante o percurso do desfile.

A festa do “Rei Momo” é considerada uma das maiores manifestações culturais desta ilha. Uma festa que mobiliza todo mundo e que todas as gerações estão envolvidas, e ainda é uma forma de contribuir para o desenvolvimento do concelho.  

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.