PJ confirma a apreensão de 9,5 toneladas de cocaína no Porto da Praia

1/02/2019 13:30 - Modificado em 1/02/2019 13:30

A PJ terminou a pesagem da droga apreendida, ontem, num barco no Porto da Praia. São quase dez  toneladas de cocaína : exatamente  9,5 toneladas. O que supera em muito o anterior máximo que estava situado em 1,5 toneladas  da “ Lancha Voadora”

Os tripulantes da navio, 11 homens de nacionalidade russa, foram detidos para serem presentes às Autoridades judiciárias competentes, para validação das detenções e aplicação das medidas de coacção.

Segundo a PJ, o cargueiro veio da América do Sul e tinha o porto de Tanger, em Marrocos, como destino final.

“O cargueiro”, acrescenta a PJ em comunicado, “fez entretanto, uma escala no Porto da Praia, para cumprir os procedimentos legais relacionados com a morte, a bordo, de um dos tripulantes. Todavia, antes, a PJ já estava na posse de informações de que se tratava de uma embarcação suspeita de transportar uma quantidade indeterminada de estupefacientes”.

A operação aconteceu depois de um processo de instrução resultante da troca de informação operacional com o MAOC-N (Maritime Analysis and Operations Centre – Narcotics ), com sede em Lisboa.

  1. Odette

    Mais uma vez se vê que Cabo Verde tem de pedir/aceitar cooperação com paises capazes de ajudar no controle das passagens de barcos com droga.
    9500 tonekadas. Pensem bem. Isso é vendido por gramas por preço exorbitante que vai para os cofres dos traficantes. Pensem também quantas vidas perdidas pelo consumo de veneno.
    A meu ver, criar problemas a quem nos quer ajudar é obra de idiotas que nem pensam as conseqüencias do consumo de 9500 toneladas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.