Governo diz que melhorou o combate à corrupção devido a sua política de transparência

31/01/2019 14:29 - Modificado em 31/01/2019 14:29
| Comentários fechados em Governo diz que melhorou o combate à corrupção devido a sua política de transparência

“Quem gere a coisa pública está vinculado aos princípios da defesa intransigente do interesse público e da transparência e ao compromisso de ser intolerante para com todas as práticas que os violem, empenhando-se com denodo no combate por todos os meios à corrupção”.

Uma comunicação política do Grupo Parlamentar do Movimento para a Democracia, enviado à redação dos jornais, assegura que com este governo, “melhoramos o combate à corrupção”.

O deputado nacional da bancada parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD-poder), Emanuel Barbosa, em declaração política sustenta a sua afirmação, referindo o Índice de Perceção da Corrupção (IPC), elaborado anualmente pela organização Transparência Internacional, que na sua edição de 2018, divulgada recentemente, destaca Cabo Verde como o terceiro país mais bem classificado na África e o 45º ao nível mundial, sendo a lista encabeçada pela Dinamarca e pela Nova Zelândia.

“Das 180 nações fazemos orgulhosamente parte do restrito grupo de 1/3 dos países que conseguiram melhorar as suas pontuações relativamente ao estudo do ano anterior, da 48ª posição para a 45ª ao nível mundial”.

Por isso considera que o “nosso orgulho deve ser redobrado, uma vez que, em 7 anos, tão-somente uma vintena de países conseguiram melhorias significativas nas suas pontuações”, enquanto, no mesmo período, 16 outros países pioraram de forma significativa as suas classificações.

“O reconhecimento, ora alcançado, é um selo internacional que representa um bem intangível de considerável relevância, em atenção à importância que se reveste seja, por exemplo, na mobilização de mais investimentos diretos estrangeiros, seja no aprofundamento e consolidação das nossas relações com os parceiros internacionais, seja, em última instância, na promoção da imagem de Cabo Verde no mundo”.

E que tudo isso advém-se do facto de que deste da primeira hora, o atual governo se alinhou com esta compreensão, nomeadamente na vertente da prestação de contas e na eventual responsabilização política e criminal, bem como na criação de melhores condições para o controlo e fiscalização da gestão do erário público.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.