Condenação do ex-subgerente da Caixa Económica em Mindelo: Defesa reconhece que foi uma sentença equilibrada

30/01/2019 09:53 - Modificado em 30/01/2019 09:54
| Comentários fechados em Condenação do ex-subgerente da Caixa Económica em Mindelo: Defesa reconhece que foi uma sentença equilibrada

Condenado a 12 anos de prisão, no processo judicial movido pelo Ministério Público, com assistência da Caixa Económica, pelos crimes de abuso de confiança, fraude informática e um crime de falsificação, relativo com o desvio de volumosos montantes da Caixa Económica, num período estimado de catorze anos, Herberto Rodrigues fica em liberdade até o trânsito em julgado da sentença.

Declarações feitas pela defesa do arguido à saída do tribunal, depois da leitura da sentença, aliás de um resumo da sentença, conforme fez saber aos jornalistas, o advogado João do Rosário.

De acordo com João do Rosário, para ter uma reacção própria sobre a sentença, terá antes de mais nada ter acesso ao documento que ainda não se encontra na sua posse. “O juiz limitou-se a fazer uma súmula e a resumir os fundamentos e a decisão”, referiu o defensor.

No entanto, este reconhece que foi uma sentença equilibrada, apesar de ter estado há espera de uma pena menor. Agora o próximo passo, assegura a mesma fonte, é reunir-se com o seu constituinte, analisar a decisão a ser tomada e tendo em conta o prazo do recurso talvez não surja já amanhã ou depois de amanhã, prevê.

Entretanto, até lá, o seu cliente, “Bety” fica em liberdade até o trânsito em julgado da sentença. O que significa que tem um prazo para recorrer e recorrendo, o recurso tem efeito suspensivo da decisão e não vai para a cadeia, ficando em liberdade a aguardar a decisão da instância de recurso, no caso Tribunal da Relação, explica.

Como a sentença não foi entregue em mãos ao advogado e ao Ministério Publico, a defesa tem 10 dias para interpor recurso. Isso após o juiz depositar na secretaria o documento. “O prazo de recurso irá contar a partir da data de depósito na secretaria”.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.