Médico receitou bolachas de canábis para acalmar birras de criança

29/01/2019 22:44 - Modificado em 29/01/2019 22:45

O médico corre o risco de perder a sua licença. Diagnosticou de forma errada distúrbio bipolar e transtorno de défice de atenção ao menino de quatro anos.

William Eidelman, que exerce medicina natural, decidiu prescrever pequenas doses de marijuana, sob a forma de bolachas, a uma criança de quatro anos para controlar as suas birras, adianta a BBC. A Comissão Médica da California decidiu revogar a licença do médico a 4 de janeiro, mas este interpôs um recurso.

A Comissão não tentou tirar a licença a William Eidelman por ter receitado canábis a uma criança, já que a sua utilização medicinal é legal no estado da California. Eidelman está a ser investigado pelo seu “tratamento negligente” à criança. Para além de ter diagnosticado de forma errada um distúrbio bipolar e transtorno de défice de atenção ao menino, não consultou um psiquiatra para este caso e não entrou em contacto com a escola da criança.

O caso já data de 2012 quando o pai do menino consultou Eidelman devido ao mau comportamento do filho na escola. A receita de canábis do médico foi descoberta quando pediram à enfermeira da escola para dar as bolachas de marijuana ao rapaz na hora do lanche.

O pai da criança, que sofre de distúrbio bipolar, usa marijuana de forma medicinal e revela que a droga ajuda-o a “acalmar-se”. Acrescenta que receitaram marijuana ao seu filho mais velho, que também é bipolar, e considera que a canábis tem tido um “efeito positivo” nos seus filhos.

William Eidelman garante que vai continuar a exercer e estima que já receitou canábis para uso medicinal a milhares de pacientes.

Em Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.