ACRIDES quer reforçar as capacidades para melhor prevenir e combater o abuso e a exploração sexual de crianças

15/01/2019 00:24 - Modificado em 15/01/2019 00:24

A Associação Crianças Desfavorecidas (ACRIDES) organizou esta segunda-feira, na Cidade da Praia, o Primeiro Diálogo Nacional para discutir a problemática do Abuso e da Exploração Sexual de Crianças, com base nos resultados do projeto implementado em 2017-2018, financiado pela ONG ECPAT Luxemburgo.

Um diálogo sobre a capitalização dos resultados do projeto “Reforçar as capacidades dos profissionais para melhor agir na prevenção e combate ao abuso e exploração sexual das crianças e adolescentes”.

O projeto que visa fortalecer a proteção de crianças e adolescentes contra o abuso e a exploração sexual em Cabo Verde, reforçando as capacidades profissionais dos atores de proteção à criança e consciencialização do público teve como resultado principal a criação de uma Rede Nacional para combater o abuso e a exploração sexual de crianças, para fins comerciais e turísticos.

Reunindo parceiros como o ICCA, ECPAT Brasil, ECPAT Luxemburgo, a ACRIDES pretende “partilhar e promover, com base nos resultados finais do projeto, um forte lobbing e advocacia junto ao Governo cabo-verdiano, aos parlamentares, ao sector privado, à sociedade civil e a todos os atores da proteção da criança”, para um “maior engajamento e reforço” no sistema de proteção da criança e sua família em situação de vulnerabilidade, e vítima de abusos e exploração sexual, para fins comerciais e turísticos.

O projeto de caráter social tem como um dos objetivos específicos, compartilhar com o Governo, parceiros técnicos e financeiros e a sociedade civil, os resultados sistemáticos e as recomendações nacionais e internacionais sobre esta causa.

Durante o evento, vai ser apresentada a proposta de compromisso social e financeiro a favor da prevenção e do combate ao fenômeno de exploração sexual de menores para fins comerciais e turísticos, bem como a assinatura da Carta dos 5 compromissos chaves entre outras atividades.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.