Governo Luxemburguês assume despesas de evacuação de jovem ferido com gravidade para ser operado no país

9/01/2019 14:33 - Modificado em 9/01/2019 14:56

O jovem Jordan Lima, 22 anos, estava a passar férias na ilha de São Vicente, Cabo Verde, quando embateu com a cabeça numa pedra, no domingo, durante um mergulho, na praia da Laginha.

Internado em estado grave, no Hospital Baptista de Sousa e sem seguro de viagem para garantir o regresso ao Grão-Ducado, onde reside, o governo luxemburguês assumiu as despesas do volta do jovem para ser operado, no Luxemburgo onde reside.

Domenico Laporta, conhecido dirigente luxemburguês do futsal e educador de Jordan Lima numa estrutura de acolhimento para jovens em Esch-sur-Alzette, esteve na origem da mobilização nas redes sociais para obter o apoio para que o jovem fosse operado no Luxemburgo.

Deste modo, o governo de Luxemburgo vai pagar o regresso do jovem que se encontra hospitalizado com “lesão grave” na coluna e vai regressar aquele país onde reside, ainda nesta quarta-feira para ser operado.

O próprio governo do Luxemburgo avançou Zai Lima à Inforpress, já disponibilizou um avião que deverá chegar a São Vicente ainda hoje para levar o jovem para ser operado esta quinta-feira num dos hospitais daquele país.

De acordo com o jornal l’essentiel, Jordan Lima chegou a Cabo Verde no dia 19 de Dezembro e deveria regressar ao trabalho esta quarta-feira, na empresa de entrega de refeições ao domicílio Tommy’s box. Mas isso não vai acontecer para já, depois de ter batido com a cabeça numa pedra, no passado domingo, enquanto mergulhava. 

Hospitalizado na ilha de São Vicente, com prognóstico reservado, se não for operado com urgência corre o risco de ficar “paralisado”, refere o l’essentiel.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.