Mãe de suspeito de matar cabo-verdiana em França diz que a mulher tentou matar o filho

9/01/2019 00:10 - Modificado em 9/01/2019 00:10

Felisberto Semedo, o suspeito de matar a mulher em Toulouse ficou em prisão preventiva aguardando o desenrolar do processo. Em declarações a TVI24, em Portugal, a mãe de Felisberto Semedo contou que o filho soube na noite da ocorrência que a mulher teria um caso extraconjugal.

A mãe deste declarou que a vítima mortal foi a primeira a ameaçar de morte o seu companheiro, usando para tal uma arma branca, mas que o filho, sendo mais forte fisicamente conseguiu dominar. Como tal o mesmo terá agido em legítima defesa.

A vítima mortal, Mónica Duarte, tinha 29 anos de idade e terá sido morta no último domingo, 6, alegadamente pelas mãos do próprio companheiro que cerca de 12 horas depois do ocorrido rendeu-se às autoridades já em Portugal, devendo, no entanto, vir a ser extraditado para França onde será julgamento.

A vítima e o confesso autor do crime são ambos cabo-verdianos, mas com nacionalidade portuguesa e têm uma filha de 6 anos.

O corpo da malograda foi encontrado na sala do apartamento, enquanto a menina dormia no seu quarto, tendo sido encontrada por bombeiros.

“Ao entrarem no apartamento do casal, encontraram o cadáver de Mónica com duas facas espetadas. Num quarto dormia uma menina de seis anos, filha do casal e que não se terá apercebido do crime brutal”, avança o Correio da Manhã.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.