ETO’O APELA AO BOICOTE DOS «JOGADORES DE COR» CONTRA O RACISMO

7/01/2019 13:08 - Modificado em 7/01/2019 13:08

Um dos graves problemas que continua a abalar a realidade mundial – e o futebol não é exceção – é o preconceito com a diferença, entre elas a de cor. Na presente época já se viram vários casos um pouco por todos os campeonatos, não fosse Sterling insultado, ou Koulibaly, ou não tivesse voado uma banana na direção de Aubameyang.

Para Samuel Eto’o, internacional camaronês e atualmente ao serviço do Catar SC, a única solução para terminar com o racismo no futebol passa com o boicote por parte dos jogadores de cor.

«Se os jogadores de cor disserem “não jogo”, muita gente vai perder dinheiro, e quando se toca na carteira de alguém… podem ter a certeza que vão arranjar soluções», afirmou o antigo avançado do Barcelona, em declarações ao Canal+, ele que sofreu igualmente ataques públicos de racismo em Espanha e Itália.

Em A Bola

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.