Japão quer fomentar relacionamento económico com a CPLP

26/12/2018 00:41 - Modificado em 26/12/2018 00:41
| Comentários fechados em Japão quer fomentar relacionamento económico com a CPLP

A conselheira da embaixada do Japão em Portugal com o pelouro do relacionamento com a CPLP salienta que o país, como observador associado, quer fomentar o relacionamento económico com os Estados lusófonos e promover o português no Japão.

“Compartilhamos valores como os direitos humanos e a democracia, e ao mesmo tempo o Japão tem relações extensas com cada membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, e através desta associação internacional queremos fomentar essa relação muito intensa com cada país lusófono”, disse a chefe adjunta da missão da embaixada do Japão em Portugal.

Em declarações à Lusa, Chiho Komura vincou que o Japão “pediu para ser observador associado” da CPLP também para “fomentar o relacionamento económico e trabalhar para a cooperação e o desenvolvimento” e lembrou que é também com estes objetivos que o gigante asiático realiza de três em três anos uma Conferência Internacional sobre o Desenvolvimento Africano (TICAD – Tokyo International Conference of African Development).

O Japão, concluiu a responsável, “também tem muito interesse em promover a língua portuguesa no Japão” e destacou que ela própria estudou numa universidade “onde a língua portuguesa é ensinada há mais de 100 anos”.

No ano passado, o Japão investiu em África cerca de mil milhões de euros, tendo em Moçambique o segundo maior destino de investimento e ajuda oficial ao desenvolvimento, no valor de 128 milhões de euros, principalmente concentrado no Corredor de Nacala, um fluxo financeiro que só fica atrás dos valores investidos no Quénia.

Por Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.