Greve nos Correios em São Vicente já deixa marcas

20/12/2018 14:46 - Modificado em 20/12/2018 14:46
| Comentários fechados em Greve nos Correios em São Vicente já deixa marcas

A greve dos Correios em São Vicente, iniciada nesta quinta-feira, 20, está tendo uma adesão que “ronda os 98 por cento”. Com os três balcões de atendimento encerrados, já começou a deixar marcas principalmente nos pensionistas.

As informações obtidas são que a greve ocorrerá por um período de dois dias, onde os trabalhadores reivindicam, “o pagamento integral do subsídio de Natal (100%) e não os 60% que a empresa pretende atribuir.

De realçar que esta causa está sendo apoiada pelo sindicato, o Simetec, que apoia a greve dos trabalhadores dos Correios de Cabo Verde (CCV) em São Vicente.

Segundo Antão Pio, os trabalhadores estão nesta luta porque se trata de um direito adquirido pelos trabalhadores e por isso esperam um “feedback” positivo da empresa. O mesmo esclarece que caso a administração da empresa não dê uma resposta positiva, vão traçar novos rumos na luta, isto é com novas reivindicações.

Por seu lado, os trabalhadores dizem que, a questão não se prende com o valor monetário mas sim, com a total ausência de diálogo da direcção da empresa que decidiu sem ouvir sindicatos ou trabalhadores. Em São Vicente a empresa conta com 18 funcionários no quadro efectivo, para além de três contratados e dois estagiários.

Os pensionistas são dos mais afectados com esta greve, pois ao se deslocarem aos balcões do CCV, no Mindelo, para receber a pensão mensal, tiveram que regressar a casa sem serem atendidas.

“Estou de acordo com a greve dos trabalhadores, porque ninguém reclama sem ter razão, mas a nossa situação fica mais complicada, pois este é o nosso rendimento mensal, e sem ele não temos o que colocar na mesa” adiantou Constância Pires.

Joaquim Lopes, por sua vez, não vê uma pior altura para esta greve. Como constata, se a greve durar dois dias, isto quer dizer que só poderemos receber o dinheiro na próxima semana. Este idoso ficou mais agastado quando foi notificado que na segunda-feira, haverá tolerância de ponto e que na terça-feira será feriado. Em face disto, só na quarta-feira, 26, poderá receber a sua pensão, o que lhe traz vários constrangimentos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.