Cabo Verde recebe reunião de organizações de direitos de autor

19/12/2018 15:49 - Modificado em 19/12/2018 15:49
| Comentários fechados em Cabo Verde recebe reunião de organizações de direitos de autor

No final de Janeiro do próximo ano, Cabo Verde receberá, pela primeira vez, uma comitiva do Conselho Internacional dos Autores na Área da Musica (CIAM) e do Comité Executivo das Sociedades Africanas de Autores (CECAF).

A informação foi avançada esta quarta-feira, em conferência de imprensa no Mindelo, pela presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM)  que considerou este como um encontro “inédito” e uma grande oportunidade para o país.

 “A SCM está muito contente e satisfeita pelo facto destas duas organizações terem escolhido Cabo Verde para receber o primeiro encontro que realizam a nível mundial no ano de 2019”, esclarece Solange Cesarovna.

Para esta dirigente da SCM, está é uma oportunidade única porque significa que os direitos dos autores cabo-verdianos estão a ser observados pelos criadores e pelas sociedades mundiais e porque reflecte a importância e o privilégio da Sociedade Cabo-verdiana de Música fazer parte da Confederação Internacional de Autores e Compositores (CISAC).

“Uma clara demonstração do apoio desses dois comités no trabalho que a SCM vem desenvolvendo e também pelo reconhecimento do extraordinário sector musical que temos aqui em Cabo Verde”, enaltece Cesarovna que considera o facto de esta sociedade ser a anfitriã, destas duas reuniões que vão “privilegiar a formação dos nossos músicos e autores nessa área, bem como estreitar as relações com alguns embaixadores dos direitos do autor no mundo, que também estarão presentes no encontro extrema importância para a área dos direitos de autor em Cabo Verde”.

Solange Cesarovna garante que os encontros agendados entre os dias 24 e 28 de Janeiro, vão além de privilegiar as reuniões. Esta garante que a SCM pretende potencializar a troca de experiências e formações para os criadores na área da música, direitos de autores e em outras áreas importantes para os músicos entenderem o sistema do mercado digital e do mundo digital e plataformas, que mudaram o formato da promoção e divulgação da musica tornando-a muito mais fácil em termos da internacionalização, e entender como monitorizá-las e saber como receber o que lhe é de direito através da utilização e exploração destas obras.

O CIAM é composto por diversas personalidades. Desde autores e demais intervenientes de diversos países do mundo, que também estão a serviço dos direitos de autores dos criadores dos países aos quais pertencem e que defendem os direitos dos autores e dos músicos.

A 25 de Janeiro São Vicente recebe uma formação dos criadores e no dia anterior, 24, a cidade da Praia. Local que também recebe nos dias 26, 27 e 28 as referidas reuniões, com a participação de embaixadores de direitos de autores a nível mundial. Com a presença de países como Canadá, Austrália, Brasil Colômbia,Polónia, Estados Unidos, França, Itália, Uganda, África do Sul e Argélia entre outros.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.