São Vicente: Moradores de Lombo Veneno preocupados com a segurança e desabamento de enxurradas no local

13/12/2018 00:57 - Modificado em 13/12/2018 00:57
| Comentários fechados em São Vicente: Moradores de Lombo Veneno preocupados com a segurança e desabamento de enxurradas no local

A população da localidade de Lombo Veneno, zona por baixo da somada de João Debra, manifesta-se preocupada com a falta de segurança na localidade. Isto devido ao perigo que as toneladas de entulhados, provenientes da referida somada, representam para os residentes. Outra das preocupações é a ausência de luz eléctrica no local.

António da Luz, morador, apela a quem de direito para tomarem as devidas providências sobre a questão do risco de desabamento dos pejamentos. Segundo o mesmo representam um perigo, tendo em conta que a natureza é imprevisível, “a qualquer momento podem desabar”, refere. Aponta como sugestão para este problema, a eliminação do entulho ou construção de uma parede para impedir o impacto.

No rol de preocupações deste munícipe também está a falta de condições habitacionais no local.  Da Luz atesta que o plano de urbanização feito pela Câmara Municipal apresenta muitas falhas no que tange à falta de conjunturas básicas de sobrevivência da população. Apela à consciência da autarquia local, juntamente com a Electra, neste sentido. “Quando pensarem em urbanizar uma determinada zona deve primeiramente criar condições de residência antes de cederem terrenos porque senão a população vai sofrer”.

Cristina, a esposa de António da Luz, por sua vez, acrescenta que a sua inquietação maior é a falta de iluminação pública no local e os escombros. São situações que lhe tiram o sossego, adianta. “Tenho uma filha, estudante no liceu, ela tem que ir e vir todos os dias para casa sozinha no escuro e como mãe isso deixa-me bastante preocupada. Temo pela sua segurança”.

Sobre a questão das rochas formadas por entulhos, alega que já se encontram em elevado estado de degradação e receia que com uma queda de chuva de maior intensidade a situação possa vir a piorar, principalmente para os vizinhos que moram mais abaixo, “a edilidade tem que fazer alguma coisa”.

No pacote de reclamações também consta, a falta de água canalizada, rede de esgotos e a criação de estradas de acesso á zona.

O NN já entrou em contacto com a Câmara Municipal e com a Electra e estamos à espera de um encontro com os responsáveis afim de obter repostas a estas questões.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.