PAICV : “Decisão do Ministério Público em acusar a Binter é sinal de que a justiça está a funcionar”

11/12/2018 23:19 - Modificado em 11/12/2018 23:25
| Comentários fechados em PAICV : “Decisão do Ministério Público em acusar a Binter é sinal de que a justiça está a funcionar”

O Secretário-geral do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), e maior partido da oposição, Julião Varela, enalteceu nesta terça-feira, que a decisão do Ministério Público em acusar a Binter de omissão de auxílio é “sinal de que a justiça está a funcionar”.

Por se tratar de um processo que ainda está em fase de execução, Julião Varela, diz que o seu partido não poderá pronunciar-se, mas está “bastante satisfeito” porque “quando há intervenção das autoridades é mais um amparo que o cidadão tem de ver assegurado aquilo que lhe está constitucionalmente consagrado”.

De destacar que o Ministério Público acusou a companhia aérea Binter do crime de impedimento à prestação de socorro e de omissão de auxílio, no caso da morte da jovem grávida que foi evacuada de barco da ilha da Boavista para o Sal, depois de, alegadamente, lhe ter sido negada evacuação por via aérea.

O Ministério Público também já tinha anunciado, em comunicado, no final da semana passada, que a companhia aérea e um dos seus comandantes tinham sido formalmente acusados dos crimes de impedimento de prestação de socorro e de omissão de auxílio no caso de um homem que tinha sido baleado na Boavista. Este caso remonta a Maio deste ano, quando a Binter Cabo Verde recusou fazer a evacuação médica, para a Praia, de um homem que tinha sido baleado na Boavista e acabou, depois, por ser transportado para o Sal por via marítima.

O Ministério Público anunciou em comunicado que a companhia aérea e um dos seus comandantes tinham sido formalmente acusados dos crimes de impedimento de prestação de socorro e de omissão de auxílio.

NN/Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.