TACV : UCID pede ao governo para actuar ou senão o povo actua

6/12/2018 23:58 - Modificado em 6/12/2018 23:58
| Comentários fechados em TACV : UCID pede ao governo para actuar ou senão o povo actua

O presidente da UCID  disse que estranha a indisponibilidade manifestada pelo primeiro-ministro para agir politicamente  para trazer de volta os voos directos da companhia área de bandeira ao aeroporto de São Vicente. “A UCID estranha a forma como o primeiro-ministro anunciou ontem a indisponibilidade política para junto da companhia aérea TACV, em realizar os voos para São Vicente. A ilha, após 2017, em que os voos foram suspensos, infelizmente tem estado sofrer de forma muito acentuada, em termos económicos”.

Por outro lado, referiu que os operadores turísticos de São Vicente estão “completamente alarmados uma vez que a esta altura do ano os hotéis e pensões estão sem reservas quer para o fim de ano, quer para o Carnaval”.

Pediu ao ministro dos Transportes, José Gonçalves, e ao primeiro-ministro, para que “rapidamente dêem instruções políticas para que se realizem os voos, evitando consequências maiores”, nomeadamente manifestações da população na rua.

“Temos experiência, deste mundo fora, de que quando o Governo não actua, o povo intervém, com consequências gravosas para o país e para a economia”, alertou.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.