Governo francês suspende subida dos combustíveis por seis meses

4/12/2018 12:47 - Modificado em 4/12/2018 12:47
| Comentários fechados em Governo francês suspende subida dos combustíveis por seis meses

Primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, anuncia uma suspensão de seis meses para a subida do preço dos combustíveis, um recuo do governo francês na sequência dos protestos por parte dos coletes amarelos.

A moratória anunciada esta terça-feira sobre o aumento da taxa de combustível – que entraria em vigor a 1 de janeiro de 2019 – concretiza-se sob a forma de uma suspensão de seis meses. A decisão, anunciada pelo primeiro-ministro francês durante uma reunião com deputados, diz a AFP, surge depois de um fim de semana marcado pelo caos e violência nas ruas de Paris.

A agência noticiosa francesa adianta que Édouard Philippe fará ainda esta terça-feira uma declaração pública sobre o assunto.

O primeiro-ministro é citado dizendo que a “a moratória não colocará em questão a ambição da transição ecológica” e que “um imposto não é uma reforma, mas um meio de reforma”.

O debate sobre a crise dos coletes amarelos na Assembleia Nacional, na quarta-feira, será seguido por uma votação dos deputados que não implicará na responsabilização do Governo, referiu fonte parlamentar à AFP.

Este debate sobre a “tributação ecológica e o seu impacto sobre o poder de compra” será realizado a partir das 15h00 (horário local, 14h00 horas em Lisboa), em vez da tradicional sessão de perguntas ao Governo.

Este recuo no aumento dos impostos acontece depois de semanas de manifestações em França, por parte dos coletes amarelos. O fim de semana passado foi particularmente violento. Os últimos dados sobre sábado indicam que 136 mil pessoas se juntaram à mobilização dos coletes amarelos e que houve 263 feridos.

Morreram três pessoas em resultado destes protestos.
Notícias ao Minuto com Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.