Rui Águas leva 23 para Uganda. Papalele fica de fora

15/11/2018 15:55 - Modificado em 15/11/2018 15:55
| Comentários fechados em Rui Águas leva 23 para Uganda. Papalele fica de fora

A seleção nacional de futebol já se encontra em Kampala onde no sábado, 17 de Novembro irá medir forças com o Uganda. O selecionador nacional, Rui Águas, levou 23 jogadores e por opção deixou de fora Papalele e Ricardo Gomes devido a lesão.

Depois de cumprir o último treino em solo português a comitiva cabo-verdiana partiu na noite de quarta-feira rumo a Kampala, capital do Uganda, onde irá dar seguimento à preparação para o jogo de sábado, 17, de Novembro, referente a 5ª jornada do grupo L de apuramento para o CAN 2019. Ricardo Gomes avançado do Partizan Belgrado (Sérvia), autor dos últimos dois golos da seleção nesta fase de apuramento, na vitória por 2-0 em casa frente à Tanzânia é a grande baixa para este desafio, após contrair uma lesão. Émerson da Académica da Praia foi o escolhido da equipa técnica para colmatar a ausência de Ricardo Gomes.

Quem também fica de fora deste embate é Papalele, avançado do CS Mindelense, que não entrou nas opções do selecionador para a “Operação Uganda”. O jovem chegou a São Vicente nesta manhã e assegurou que foi uma experiência muito boa, adiantando que o ambiente vivido foi também muito bom. “Foi uma grande experiência a que vivi lá, mesmo que tenha sido por pouco tempo”.

Mesmo não fazendo parte dos 23 escolhidos para o jogo frente a Uganda, Papalele afirma que só pelo facto de ser sido chamado para representar a nossa seleção, já foi muito importante. “Não fico triste por ter ficado de fora dos 23 escolhidos”.

“Desejo a equipa boa sorte para este jogo e que tudo corra bem para conseguir-mos os três pontos, que é o objetivos principal” finaliza o camisa 10 dos Lesões da Rua de Praia.

Em solo ugandês a seleção irá cumprir dois treinos de adaptação ao relvado do Mandela National Stadium, em Kampala e limar arestas para este embate que assume carácter importantíssimo para as aspirações de Cabo Verde em poder ainda sonhar com uma eventual presença nos Camarões em 2019. Uma vitória de Cabo Verde nesta partida coloca os Tubarões na rota do apuramento. Por outro lado uma derrota de Cabo Verde nesta partida, associando a uma possível vitória da Tanzânia frente ao Lesoto, significará o adeus imediato dos Tubarões Azuis à fase final da competição.

Relembrando que a CAF alterou os moldes da competição, sendo que agora apuram para o Campeonato Africano das Nações, as duas primeiras classificadas de cada grupo.

O jogo entre o Uganda e os Tubarões Azuis está agendado para o próximo sábado às 12 horas de Cabo Verde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.