Justiça: MPD diz que tem havido ganhos UCID e PAICV discordam

25/10/2018 23:53 - Modificado em 25/10/2018 23:53
| Comentários fechados em Justiça: MPD diz que tem havido ganhos UCID e PAICV discordam

O Movimento para a Democracia (MpD) considera que o estado de justiça do país tem conhecido avanços significados nos últimos anos, graças aos esforços que o governo tem feito em prol do sistema judicial nacional, com o intuito de este desempenhar a sua função.

Por seu lado, o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) diz que os dados apresentados no relatório do Conselho Superior do Ministério Público demonstram uma realidade diferente daquela que é apresentada pelo governo e que não afiançam propício em relação ao cenário de melhoria.

O deputado do PAICV, Clóvis Silva diz-se preocupado pelo que chamou de “retrocesso” nas relações entre o Governo e o Ministério Público, com o executivo a contestar e a desmentir na comunicação social os dados constantes do relatório que está a ser discutido hoje no parlamento.

O líder do grupo parlamentar do MpD, Rui Figueiredo Soares, contesta as declarações da oposição, assegurando que não existe nenhuma confusão entre as partes e que do exame feito ao anual sobre a situação da justiça em Cabo Verde só se poderá chegar a uma conclusão objectiva e realista de que o sector está em crescente melhoria, apesar dos seus problemas que são muitos e complexos.

“O Governo tem-se empenhado em oferecer, a cada dia que passa, aos cabo-verdianos, as condições para uma justiça mais rápida e de qualidade. Em linha com este facto tem-se procurado incessantemente recursos para ajudar o sector a ultrapassar os obstáculos que há muito estão identificados”, indicou.

Por seu lado, o deputado da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), João Santos Luís, disse que apesar dos investimentos feitos no sistema judicial nacional nos últimos cinco anos, infelizmente, a justiça é ainda o que é.

Para João Santos Luís, o modelo de justiça esgotou-se porque, de facto, as respostas não chegam.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.