Sal : MpD considera que deputada do PAICV ofendeu os professores

24/09/2018 16:11 - Modificado em 24/09/2018 16:11

A Comissão Política do MpD no Sal considerou “lamentável a intenção da deputada do PAICV em tirar proveito político com a questão da abertura do ano lectivo, ofendendo os salenses e os professores ao taxá-los de incompetentes”.

Em resposta às declarações da deputada e dirigente do PAICV, Ana Paula Santos, o MpD, através do seu dirigente local Adirley Gomes, explicou que a ilha do Sal tem “as suas especificidades e por isso, aconselho a oposição a enquadrar as suas análises, numa ilha que recebe famílias semanalmente e onde há necessidade de soluções de transferência para as crianças membros dessas famílias.”

Em relação à escola de Pedra de Lume, o vice-presidente local do MpD garantiu que, apesar de a mesma não reunir todas as condições, mantém a solidariedade para com a população local, com a garantia de reabertura dessa escola.

“Ninguém nesta ilha está tão empenhada em devolver à localidade de Pedra de Lume o emblemático estabelecimento de ensino, como a delegada da Educação”, concluiu Adirley Gomes.

  1. Carlos Borges

    Amigo, não desvie o foco do discurso da Comissão Política Regional do Sal, porque sei que o Sr. entendeu e muito bem o conteúdo do discurso, assim como os professores da Ilha do Sal. Quem está ofender os professores desta ilha é o próprio Presidente da Comissão Política Regional da Ilha do Sal do MpD, que considera que os professores não tem capacidade de analisar conteúdo de um discurso político que os dirigente do MpD já nos habituo. Vocês devem deixar dessa forma demagógica de dirigir para os caboverdianos, porque não estamos nos anos 90 que tiveram habilidade política de desviar e confundir as pessoas, com discursos falaciosos, até amarelo diziam que era outra cor, alguns caboverdianos acreditavam, porque havia alguma ingenuidade nesta altura por parte dos povos das ilhas. Agora não, em cada casa existe uma pessoa licenciada que ajudam os pais menos habilitados a interpretarem correctamente conteúdo de um discurso. Mudem do discurso, antes que seja tarde.

  2. Carlos Borges

    Amigo, não desvie o foco do discurso da Comissão Política Regional do Sal do PAICV, porque sei que o Sr. entendeu e muito bem o conteúdo do discurso, assim como os professores da Ilha do Sal. Quem está ofender os professores desta ilha é o próprio Presidente da Comissão Política Regional da Ilha do Sal do MpD, que considera que os professores não tem capacidade de analisar conteúdo de um discurso político que os dirigente do MpD já nos habituo. Vocês devem deixar dessa forma demagógica de dirigir para os caboverdianos, porque não estamos nos anos 90 que tiveram habilidade política de desviar e confundir as pessoas, com discursos falaciosos, até amarelo diziam que era outra cor, alguns caboverdianos acreditavam, porque havia alguma ingenuidade nesta altura por parte dos povos das ilhas. Agora não, em cada casa existe uma pessoa licenciada que ajuda os pais menos habilitados a interpretarem correctamente conteúdo de um discurso. Mudem do discurso, antes que seja tarde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.