Tribunais da Relação “entupidos” com 588 processos á espera de resolução

20/09/2018 23:41 - Modificado em 20/09/2018 23:41

O Tribunal da Relação de Sotavento  e o de Barlavento estão “entupidos” com 588 processos que estão à espera de uma decisão. Em Sotavento são 360 processos e no Barlavento  228.

Segundo o Presidente do Conselho Superior de Magistratura Judicial, Bernardino Delgado, a explicação para este número reside no facto de “aquilo que era a demanda processual que antes havia no Supremo” ter passado “quase que na sua totalidade, para os tribunais da Relação. O factor que avança para explicar a morosidade  é o número de apenas três juízes em cada um dos tribunais .

“Nós em Cabo Verde temos optado sempre pelo mínimo e depois em termos de resultados exigimos o máximo e isso nem sempre é possível”, Bernardino Delgado defende o trabalho feito pelos juízes na Relação, especialmente de Sotavento: “Tem havido um grande empenho e um forte espírito de sacrifício por parte dos magistrados que ali estão colocados no sentido de atenderem à procura dos recursos que entram no Tribunal da Relação de Sotavento”.

  1. Julio Cesar Rendall

    Principalmente no Tribunal da Relação de Sotavento, de Assomada, , em que os Juizes moram na cidade da Praia e tèm que se deslocar ida e volta, todos os dias, o que implica resultados negativos na produtividade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.