Governo vai beneficiar este ano 3.500 jovens com formação profissional – Olavo Correia

10/01/2023 19:47 - Modificado em 10/01/2023 19:47

O Governo vai beneficiar, durante este ano, 3.500 jovens com formação profissional, anunciou hoje na Cidade da Praia, o  vice-primeiro ministro e ministro das Finanças e do Fomento Empresarial, Olavo Correia.

O anúncio foi feito após o governante presidir a cerimónia de apresentação do programa de financiamento da formação profissional, criado para garantir aos jovens o acesso à formação profissional e a integração no mercado de trabalho, através do Fundo de Promoção do Emprego e da Formação (FPEF).

Olavo Correia lembrou que de 2020 a 2022 o Governo injectou mais de 600 mil contos na formação profissional e que no próximo tempo vai alocar, por ano, cerca de 265 mil contos neste sector.

“O que nós queremos é que todos os jovens cabo-verdianos, que têm talento, estão na idade de poder aceder à formação profissional, possam ter acesso, mas com qualidade, para poder entrar no mercado de trabalho no país ou à escala global”, apontou.

Para isso, disse que o executivo está a preparar um quadro de formação profissional para que os jovens cabo-verdianos possam colocar os seus talentos ao seu próprio serviço e ao serviço do país.

“A nossa obrigação é preparar os jovens com educação e formação profissional, criar oportunidades nas áreas relevantes para Cabo Verde e desenvolver ferramentas para que possam aproveitar as oportunidades”, explicou Olavo Correia, informando que actualmente há cerca de 12 mil jovens em estágios e formação profissional.

“Isto significa que estamos a garantir as condições para que, paulatinamente, todos os jovens cabo-verdianos possam ter acesso à formação profissional com qualidade e certificada para o mercado cabo-verdiano e mundial”, precisou o vice-primeiro-ministro, reiterando o objectivo de transformar Cabo Verde num “hub” de formação profissional.

Para a operacionalização deste mecanismo de financiamento o FPEF conta com o apoio da cooperação luxemburguesa, que disponibiliza os recursos para financiar acções de formação profissional, dirigida aos jovens e demais beneficiários.

O FPEF, enquanto entidade governamental responsável pelo financiamento de políticas e iniciativas de empregabilidade e formação profissional, tem como objectivo contribuir para a valorização do capital humano, garantindo aos jovens cabo-verdianos o acesso a formação profissional de qualidade e a integração no mercado de trabalho.

OM/CP

Inforpress/Fim

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.