Com o CD “Nha ote metade” Constantino Cardoso quer resgatar a sua faceta da música tradicional cabo-verdiana C/Vídeo

28/12/2022 10:14 - Modificado em 28/12/2022 10:14
| Comentários fechados em Com o CD “Nha ote metade” Constantino Cardoso quer resgatar a sua faceta da música tradicional cabo-verdiana C/Vídeo

Em 2003, Constantino Cardoso escreveu “Capital da Lusofonia”, a sua primeira música de Carnaval e cujo sucesso lhe valeu o prémio de melhor compositor e desde então foram várias as composições deste músico mindelense, que também lhe valeram vários prémios.

Quase 20 anos, cuja imagem sempre esteve associada exclusivamente ao carnaval, embora seja autor de vários temas conhecidos, tanto da coladeira como da morna. E uma delas foi imorlaizada por Ildo Lobo, chama-se incondicional.

Neste sentido, e para apresentar o seu outro lado, que nada tem a ver com o carnival, o cantor lançou na passada sexta-feira, 23, em todas as plataformas digitais o seu mais novo CD, que segundo o mesmo é um resgate do seu lado tradicional, e também mais um contributo para a música tradicional cabo-verdiana, que segundo o mesmo tem sido ofuscado ao longo dos anos.

Esta quarta-feira, fez um mini-concerto de apresentação do CD, com a interpretação de dois temas, “Nha ote metade” que dá nome ao CD e “Sentimento de Criol” dedicado a Cabo Verde, onde descreve o amor por esses “10 grãozinhos de terra”. que é uma homenagem aos emigrantes, que saem do país a procura de uma vida melhor.

Este terceiro álbum a solo do cantor e compositor san Vicente Constantino Cardoso, intitulado “Nha ote metade”, quer com isso resgatar o lugar da música tradicional cabo-verdiana, que nos últimos tempos tem estado mais na sombra.

“Este CD é composto por 10 faixas, sendo mornas coladeiras e no fim tem uma rapsódia de mornas. Todo o trabalho começou a ser desenvolvido com Kim Alves em 2020 nos Estados Unidos, quando estive de visita ao país”.  Mas que devido ao Covid-19 esteve parado e que só agora, aliás, o melhor momento conseguiu lançar o CD.

Um disco que diz, serve como equilíbrio, entre a sua veia carnavalesca e a música tradicional, mais precisamente mornas e coladeiras.

Constantino José Cardoso nasceu em São Vicente e foi nesta ilha que passou a infância.

Compositor trabalhou com vários artistas que gravaram as suas músicas como Cesaria Evora, Ildo Lobo, Bau, Mirri Lobo entre tantos outros.

Como compositor apresenta uma outra faceta em que é bem sucedido, dedica-se às composições de Carnaval.

Foi no ano de 2003 que escreveu a sua primeira música de carnaval intitulada “Capital Lusofonia”. Este tema teve um enorme sucesso e foi premiado como melhor compositor daquele ano.

E desde então Constantino Cardoso, ganhou mais força e hoje é considerado um dos melhores compositores de músicas de carnaval tendo já ganho mais de 10 vezes, o prémio de melhor música de carnaval, a última delas em 2020, com a composição “Fatcha Fatcha na Arena” do Grupo Monte Sossego.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.