Covid-19. Japão passa a exigir teste à chegada a viajantes chineses

27/12/2022 11:20 - Modificado em 27/12/2022 11:20
| Comentários fechados em Covid-19. Japão passa a exigir teste à chegada a viajantes chineses
© REUTERS/Athit Perawongmetha

Decisão surge numa altura em que o Japão pretende “prevenir o rápido aumento das infeções” no seu território.

Oprimeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, informou, esta terça-feira, que o país vai passar a exigir aos viajantes provenientes da China um teste negativo à chegada, devido à forte propagação que a Covid-19 está, neste momento, a ter em território chinês.

Aqueles que apresentarem um teste positivo serão obrigados a submeter-se a uma quarentena de sete dias, explicou ainda Fumio Kishida aos repórteres, aqui citado pela Reuters.

Em causa estão medidas que entrarão em vigor a partir da meia-noite de dia 30 de dezembro.

O governo irá, também, limitar os pedidos das companhias aéreas para um aumento dos voos para a China, referiu ainda a mesma fonte.

Estas decisões surgem numa altura em que o Japão pretende “prevenir o rápido aumento das infeções” no seu território, num momento em que existem já “preocupações crescentes” sobre o assunto no país, referiu o governante, aqui citado pela Associated Press.

O Japão reabriu as suas fronteiras aos turistas internacionais no mês de outubro, após mais de dois anos de rigorosas restrições contra a Covid-19. Já no início do ano, o país tinha deixado de exigir testes à Covid-19 para viajantes que tivessem levado pelo menos três doses da vacina contra a doença.

Este anúncio feito por Fumio Kishida surge apenas alguns dias depois da Organização Mundial de Saúde (OMS) ter revelado estar muito preocupada com o crescente número de casos de infeção pela doença na China, após o país ter abandonado a sua política de ‘zero Covid’.

Noticias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.