Setor dos transportes interilhas: UCID quer um governo “menos arrogante” e mais aberto a sugestões

6/12/2022 16:20 - Modificado em 6/12/2022 16:24
| Comentários fechados em Setor dos transportes interilhas: UCID quer um governo “menos arrogante” e mais aberto a sugestões


O presidente da União Cabo-Verdiana Independente e Democrática, UCID, pediu hoje ao governo que seja menos arrogante e se abra para sugestões e críticas sobre o que fazer no setor dos transportes inter ilhas, a fim de promover uma mobilidade em massa dos cabo-verdianos entre as ilhas do país.

“O governo terá de ajustar ainda mais as políticas desenhadas para o referido setor, ser mais humilde e menos arrogante e procurar a via de maior diálogo, aceitando as sugestões e críticas vindas da oposição e da sociedade cabo-verdiana”, sugeriu João Santos Luis.

A UCID falava  em conferência de imprensa na sua sede em Mindelo, São Vicente, para antevisão da primeira sessão plenária de dezembro que arranca esta quarta-feira, 07 dezembro, desta feita com o tema escolhido pelo próprio Governo – “Setor privado na estratégia do desenvolvimento sustentável de Cabo Verde”.

O partido garante que irá participar de forma “tranquila” no debate e levar como habitual as sugestões de melhoria, esperando que “o governo tenha humildade suficiente para ouvir, dialogar e procurar as melhores alternativas para o setor, que sirvam da melhor forma as ilhas e os cabo-verdianos”.

Relativamente ao setor privado no geral, os democratas-cristãos apoiaram-se nos dados do INE para demonstrar que este setor tem um peso enorme no desenvolvimento da economia do país, e que este merece uma “atenção especial” por parte do Estado.

“A atenção do estado relativamente a este setor tem de ser melhorada significativamente, daí esperarmos que o debate com o PM traga subsídios no sentido de permitir ao governo tomar medidas de políticas que ajudem esta classe empresarial a ter melhores condições para a criação da riqueza nacional”, sublinhou.

A UCID irá questionar ao governo sobre a criação de condições em termos de acesso ao financiamento, rompimento com as excessivas burocracias , custos de fatores de produção, nomeadamente a energia e água, são alguns dos assuntos que o partido quer debater na sessão plenária de amanhã, quarta-feira.

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.