Parlamento Europeu declara Rússia como Estado patrocinador do terrorismo

23/11/2022 11:26 - Modificado em 23/11/2022 11:26
© Getty Images

O Parlamento Europeu aprovou, esta quarta-feira, uma resolução sobre os últimos desenvolvimentos na brutal guerra de agressão da Rússia contra a Ucrânia, que reconhece a Rússia um Estado patrocinador do terrorismo.

De acordo com o comunicado do Parlamento Europeu, “os ataques deliberados e as atrocidades cometidas pelas forças russas e os seus aliados contra civis na Ucrânia, a destruição de infraestruturas civis e outras violações graves do direito internacional e humanitário equivalem a atos de terror e constituem crimes de guerra”.

A Rússia “utiliza métodos de terrorismo” e, por isso, é declarada “como um Estado patrocinador do terrorismo”.

O Parlamento pediu à União Europeia e aos seus estados-membros para que criem o quadro jurídico adequado e considerem a possibilidade de acrescentar a Rússia a essa lista. 

O objetivo é que Moscovo venha a responder por crimes alegadamente cometidos na Ucrânia.

Andriy Yermak, membro da equipa presidencial da Ucrânia, já reagiu à notícia na rede social Twitter, dizendo que está grato ao Parlamento Europeu “por este passo crucial que fortalece o isolamento internacional da Rússia e legitimamente confirma que o país é um Estado Pária [nação cuja conduta é considerada fora das normas internacionais]”.

Noticias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.