Quinta edição da Cabo verde Ocean Week quer acções concretas que visam o desenvolvimento do país através do Mar (C/Vídeo)

22/11/2022 00:00 - Modificado em 22/11/2022 00:00


Durante esta semana, a ilha de São Vicente estará como anfitrião do “maior evento” ligado ao mar do país, a Cabo Verde Ocean Week. Uma semana para dar continuidade ao trabalho desenvolvido ao longo das quatro edições, conforme destacou o Ministro do Mar, no âmbito do seu discurso de abertura, que aconteceu na Gare Marítima do Mindelo.

Para Abraão Vicente, colhida a experiência das quatro edições realizadas desde de 2018, para a quinta edição, garantiu que o desafio, foi “realizar uma semana que fundamentalmente resulte em ações concretas para a preservação dos nossos mares, que envolva diretamente e tenha impacto significativo nas comunidades, e fomente ações que visem o desenvolvimento do sector e do país, a partir do mar”.

Abraão Vicente disse ainda que a semana do mar serve para elevar a consciencialização e fomentar o diálogo sobre a essência, a importância e a sustentabilidade dos oceanos, visando criar uma cultura voltada para preservação e conservação da saúde do mar e explorar de forma sustentável os recursos marinhos nos mares sob a jurisdição de Cabo Verde.

“Para além disso, pretende-se incutir o espírito de inovação e desenvolver estratégias para potenciar a relevância natural e cultural do oceano, bem como do seu estado e do papel que exerce, visando a partilha de boas práticas e identificação de medidas e recursos que garantam a elevação da performance para a sua gestão sustentável”, realçou o governante.

Ademais, disse que o evento, afirmou-se como um evento de renome nacional e internacional, reunindo todos os anos vários cientistas, especialistas nas mais diversas matérias ligadas ao Mar e decisões, em painéis, workshops, atividades desportivas e culturais, versando temas variados de interesse para a comunidade científica e para o público em geral e celebrando o mar e a sua importância para a sobrevivência da humanidade e do planeta.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal de São Vicente apelou que se tornem os melhores gestores do nosso oceano.

Augusto Neves disse que os países insulares continuam na cauda do desenvolvimento e que Cabo Verde deve dar passos firmes e irreversíveis, na partilha com as populações de ideias inovadores traduzidas em ações concretas sobre as melhores formas de gerir o mar.

EC

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.