São Vicente: Ulisses Correia e Silva diz que oposição quer apenas derrubar a Câmara Municipal

19/11/2022 21:48 - Modificado em 19/11/2022 21:48

O presidente do Movimento para a Democracia, Ulisses Correia e Silva disse em São Vicente, no âmbito da abertura politica do partida na ilha, que considera negativo o impasse que ocorre na Câmara Municipal e afirmou que existe uma tentativa da oposição em “derrubar” o presidente eleito, Augusto Neves.

O governante diz que na situação de crise que o país vive atulamente, consequência da situação mundial, deveria haver uma união, de forma a ultrapassar esta situação e acredita para que o país possa passar por tudo isso, é necessário muito mais que o trabalho duro do governo, bem como a capacidade de resiliência dos cabo-verdianos.

Neste sentido, referindo-se a situação da autarquia de São Vicente, disse que existe uma oposição que apenas quer derrubar o Governo e a câmara, o que não é positivo e nem alternativa, e que não traz nada de novo a Cabo Verde.

Diz que Augusto Neves anda a sofrer com toda a situação reinante, e aponta o dedo aos vereadores da CMSV, eleitos da UCID e do PAICV. Entretanto lembra que apenas o povo pode escolher que os lidera e portanto, é o unico que o pode tirar.

Diz que o povo escolheu o MpD, mas a oposição não tem respeitado o seu lugar e ao invês de criarem condições para a governabilidade de São Vicente, estão a ser um obstáculo.

Neste sentid fez um apelo a todos os actores políticos para que São Vicente desempenha aquilo que Cabo Verde espera dela. “Uma ilha com capacidade de desenvolvimento e na qual o Governo está a apostar fortemente, mas que necessita de uma câmara que funcione na normalidade”, reforçou.

E sustentou que São Vicente e Cabo Verde só tem solução com o MpD.

Ulisses Correia e Silva veio ao Mindelo na noite de sexta-feira, 18, no âmbito da abertura politica do MpD e destacou a importância das eleições autárquicas, em finais de 2024.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.