Orçamento de Estado para 2023 vai apostar fortemente no Estado Social” – Ulisses Correia e Silva (c/áudio)

5/11/2022 19:52 - Modificado em 5/11/2022 19:52
| Comentários fechados em Orçamento de Estado para 2023 vai apostar fortemente no Estado Social” – Ulisses Correia e Silva (c/áudio)

O líder do Movimento para a Democracia (MpD-poder), Ulisses Correia e Silva, assegurou hoje em Assomada, Santa Catarina, que Orçamento de Estado para 2023 (OE`2023) vai apostar fortemente no Estado Social visando a eliminação e redução da pobreza extrema.

“Temos um orçamento que vai apostar fortemente no Estado Social, portanto investimentos nas pessoas e em tudo aquilo que são incentivos e transferências que têm sido feitos vão continuar”, declarou Ulisses Correia e Silva, que se mostrou confiante na retoma económica e no crescimento do País em 2023.

O também primeiro-ministro falava à imprensa após presidir à conferência aberta de debate do OE´2023, com foco na região Santiago Norte, que teve como palco o Salão Nobre dos Paços do Concelho de Santa Catarina, em Assomada, na presença do vice-presidente do MpD e ministro das Finanças, Olavo Correia.

A propósito do pilar social, destacou o aumento de pensionistas do regime não contributivo, ou seja, mais de 3.000 novos beneficiários, continuidade do rendimento de inclusão, subsidiação e gratuitidade do ensino, reforço da acção social escolar, transportes escolares e alimentação escolar.

Continuidade do programa inclusão produtiva de mulheres com foco na redução da pobreza, criação do programa Mobilização pela Aceleração da Inclusão Social (MAIS) direcionada para programas de eliminação e erradicação de pobreza extrema, taxa social de energia e água, redução do IVA para água e energia, reabilitação de casas de pessoas mais pobres e isenção de taxa moderadora de saúde são outros investimentos a nível área social apontados por Ulisses Correia e Silva.

Por outro lado, notou que o OE´2023 vai continuar a apostar na retoma económica, no empreendedorismo, nos jovens, sobretudo com bolsas de estudos, estágios e formação profissional.

Realçou ainda forte investimento no desporto, onde vai ser alocado cerca de 600 mil contos nas infra-estruturas desportivas, nomeadamente pavilhões e campos relvados a nível nacional, nas infra-estruturas como estradas, desencravamento das localidades, construção de centros de saúde e postos sanitários, reabilitação e construção de escolas, requalificação urbana e ambiental e requalificação das orlas marítimas.

Ulisses Correia e Silva destacou ainda reforço do investimento nas áreas de pesca quer artesanal e industrial, no turismo, na segurança, na saúde, na descentralização, na agricultura com destaque para mobilização de água e numa agricultura mais moderna e produtiva para atrair jovens para este sector.

“O Orçamento de Estado para 2023 não vai deixar nem Santiago Norte e nem Cabo Verde para trás, porque tem uma forte aposta na consolidação de medidas e políticas para fazer face ainda à situação de crise que o mundo e Cabo Verde estão a atravessar”, realçou.

Relativamente à Santiago Norte, o chefe do Executivo garantiu continuidade na requalificação das orlas marítimas de Rincão e Ribeira da Barca, construção da estrada Saltos, Pingo Chuva e Arribada, reabilitação do polidesportivo de Nhagar, requalificação do mercado municipal, implementação do conceito de zona económica especial de agro-negócios (Santa Catarina), construção de centros de Saúde de São Miguel e São Salvador do Mundo e construção de postos sanitários e reabilitação de infra-estruturas.

Por fim, assegurou que a aposta no Estado Social no OE´2023 vai também beneficiar Santiago Norte visando a eliminação e redução da pobreza extrema em Santiago Norte, que é considerada uma das regiões mais pobres do País, e que possui uma população de mais de 120 mil pessoas.

O Orçamento de Estado para o ano económico 2023 é de 77 milhões de contos, um acréscimo de quatro/cinco por cento (%) em relação a 2022.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.