Taxa de pobreza em Cabo Verde aumenta de 26% para 31,7 com a pandemia da covid-19

17/10/2022 23:05 - Modificado em 17/10/2022 23:05
| Comentários fechados em Taxa de pobreza em Cabo Verde aumenta de 26% para 31,7 com a pandemia da covid-19

A taxa de pobreza em Cabo Verde aumentou de 26% a 31% com a pandemia da covid-19, informou hoje o presidente do Instituto Nacional de Estatística (INE), João Cardoso.

O presidente do INE avançou esta informação à margem da cerimónia de abertura do workshop de socialização dos programas e medidas de combate à pobreza extrema em Cabo Verde, sob o lema “Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares”, realizado hoje, no âmbito do Dia Internacional da Erradicação para a Pobreza.

“Com a covid-19 passamos de uma taxa de pobreza em 2019 de 26% para 31,7, quer dizer que tivemos um aumento da pobreza. Os dados que temos resultam do inquérito multiobjectivo contínuo e com esse inquérito não conseguimos destrinçar esses números”, afirmou.

Entretanto, realçou, que por enquanto este dado percentual é um valor redondo que não permite fazer a destrinça entre homens, mulheres e sectores de actividades.

“O que nos permite saber as áreas, sexo e informações todas é o Inquérito das Despesas das famílias este inquérito que será realizado este ano e seguiremos as famílias durante um ano. O referido inquérito irá iniciar em 2023 e terminará em 2024”, reforçou.

O workshop que decorre durante o dia de hoje tem como principal objectivo promover um espaço de reflexão conjunta sobre as políticas e medidas que visam contribuir para a erradicação da pobreza extrema em Cabo Verde até 2026.

A erradicação da pobreza extrema assume-se assim como uma prioridade e um desafio para o país, sendo necessário construir mecanismos mais flexíveis e que respondam às demandas da realidade dos diferentes grupos/perfis da população pobre.

A focalização nos mais pobres como segmentos prioritários da atenção da política de protecção social não contributiva tem sido uma aposta, principalmente com a operacionalização do Cadastro Social Único.

Para que o país consiga atingir a meta da eliminação da pobreza extrema, o Governo, através do Ministério da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social em parceria com a União Europeia, tem em curso a elaboração de uma Estratégia Nacional para a Erradicação da Pobreza extrema, com vista a um desenvolvimento sustentável que compatibiliza o crescimento económico com a redução da desigualdade social e a garantia da inclusão social de grupos em risco de ficar para trás.

O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza celebra-se a 17 de Outubro. A data foi comemorada oficialmente pela primeira vez em 1992, com o objectivo de alertar a população para a necessidade de defender um direito básico do ser humano.

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.