Parlamento: ME garante que o transporte escolar está organizado, não obstante constrangimentos pontuais

12/10/2022 20:25 - Modificado em 12/10/2022 20:25
| Comentários fechados em Parlamento: ME garante que o transporte escolar está organizado, não obstante constrangimentos pontuais

O Ministro da Educação garantiu esta quarta-feira, 12, no parlamento, que o transporte escolar está organizado, não obstante constrangimentos pontuais que têm dificultado deslocações de estudantes às escolas, principalmente os do meio rural.  

Amadeu Cruz avançou a informação quando  discursava no parlamento no âmbito do debate sobre o Estado da Educação, na primeira sessão de Outubro deste novo Ano parlamentar, proposto pelo grupo parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição).

“O transporte escolar está organizado, em parceria com as câmaras municipais, estando neste momento totalmente normalizado não obstante constrangimentos pontuais”, avançou.

A título de exemplo, na semana passada 20 alunos do 5º ao 12º ano de escolaridade de Chã de Norte, zona no interior do Porto Novo, Santo Antão que frequentam o ensino básico e secundário em Ribeira da Cruz e Ribeira das Patas foram obrigados a passar cerca de 12 horas fora de casa devido a falta de transporte escolar.

Uma situação difícil vivida por estas crianças e adolescentes que apelaram por uma “resolução urgente”.

O governante avançou ainda que foram reabilitadas mais de 70 escolas em todo o país, com o governo a investir mais de 150 mil contos nas obras de reabilitação e de manutenção das escolas.

Mencionou ainda que neste ano letivo foram contratados cerca de 300 novos professores para preenchimento de vagas decorrentes das aposentações e do aumento de turmas e de novas disciplinas das matrizes do ensino secundário.

Foram transferidos cerca de 240 professores de um total de cerca de 640 pedidos de transferência.

Amadeu Cruz garantiu ainda que não se regista falta de professores nas escolas, salvo contingências de baixas médicas ou de licenças sem vencimento, cuja substituição é processada mediante a notificação dessas situações.

Na totalidade temos cerca de 6.500 professores colocados nas escolas.Relativamente às cantinas escolares, adiantou que estão a funcionar praticamente desde o início das aulas, estando garantido stock de géneros alimentícios e outras condições de funcionamento das cozinhas.

Cerca de 200 funcionários viram seus contratos renovados para o serviço de apoio operacional, “de modo a garantir as condições de higiene, de limpeza e de funcionamento das escolas e das cantinas”.

O titular da pasta da educação destacou ainda que a FICASE fez a entrega de kits escolares a cerca de 30 mil alunos provenientes de famílias mais carenciadas, para além de todos os alunos do 1º ao 12º ano beneficiarem da isenção do pagamento de propinas e emolumentos.

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.