Cabo Verde cria comissão para acompanhar estudantes cabo-verdianos na Rússia

9/10/2022 23:27 - Modificado em 9/10/2022 23:27
| Comentários fechados em Cabo Verde cria comissão para acompanhar estudantes cabo-verdianos na Rússia

Devido as sanções internacionais aplicadas contra a Rússia, consequência da Guerra na Ucrânia, dezenas de estudantes cabo-verdianos naquele país estão em dificuldades face a atrasos para receberem bolsas de estudo, confirmou neste fim de semana o Governo.

Para fazer face aos obstáculos o Governo cabo-verdiano criou uma Comissão Interministerial de acompanhamento de nacionais cabo-verdianos residentes em zonas de conflito na Europa, essencialmente os estudantes cabo-verdianos na Rússia. 

De acordo com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, esta comissão já está à procura de alternativas para o envio das bolsas aos estudantes que se encontram em dificuldades, já que devido às sanções impostas à Rússia se torna difícil fazer chegar os apoios.

“O próprio ministérios dos Negócios Estrangeiros, a FICASE e o Ministério da Educação estão a ver qual é o mecanismo mais fácil para se fazer chegar as bolsas aos estudantes. Já há algumas propostas, algumas que foram utilizadas não serão o melhor caminho. Ontem, o senhor Ministro da Educação, informou-nos que temos à volta de 50 estudantes na Rússia, uns têm bolsa e outros têm ajuda da FICASE. Mas, temos ainda um número significativo de estudantes na Federação Russa, com os quais estamos em contacto permanente para podermos ajudar a responder às solicitações e as necessidades que eles têm” disse o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares.

Para além de assistência aos estudantes a Comissão Interministerial tem como missão prestar assistência e proteção consular necessária para salvaguarda e possível repatriamento dos nacionais, bem como prestar todas as informações aos pais e familiares dos cidadãos Cabo-verdianos nas regiões de conflito.

RFI

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.