“Volta a Djeu” 2022 com três mulheres no desafio de ligar Laginha ao ilhéu dos Pássaros (Djeu)

6/10/2022 21:38 - Modificado em 6/10/2022 21:38
| Comentários fechados em “Volta a Djeu” 2022 com três mulheres no desafio de ligar Laginha ao ilhéu dos Pássaros (Djeu)

No próximo sábado, 08 de Outubro, 15 nadadores vão fazer a travessia Laginha ao ilhéu dos Pássaros, ida e volta, numa distancia de pouco mais de cinco quilômetros. A ser realizado pela oitava vez, este ano, a prova além de apresentar a vertente competitiva, tem como novidade a participação de três nadadoras.

“A Oitava edição de “Volta a Djeu, este ano, deixa de ser apenas uma travessia, com a instituição da parte competitiva, mas mantendo os moldes antigos, com os nadadores a participarem apenas pelo desafio”, referiu David Monteiro, Vice-presidente da Associação Regional de Natação de São Vicente.

Diz que neste primeiro ano, como competição, o objetivo é premiar os três primeiros nadadores. “O primeiro passo para começarem a ter como regra nos próximos anos”, e desta forma inscrever a travessia no circuito internacional da Federação Internacional de Natação (FINA).

“Temos todos os requisitos mínimos suficientes para que isso venha a acontecer. A nossa baia tem tudo para receber este tipo de prova para ser enquadrado no circuito internacional pela FINA, a começar pela distância mínima para competições em águas abertas, que é de 5 quilômetros. E nós estamos acima disso”, realça Monteiro, que se mostra optimista nesta concretização.

Aliás, um objetivo há muito almejado pelos organizadores, que neste primeiro passo, a instauração da parte competitiva, diz que este ano, “Volta da Djeu” não terá participantes de fora.

“Mas temos alguns interessados para o próximo ano, das Canarias e do Brasil”, evidenciou este responsável que também participa na travessia como nadador.

“Há cerca de um mês a associação recebeu um formador da FINA que esteve aqui a dar uma formação neste sentido. Estamos empenhados na constituição daquilo que é a base para podemos organizar e assim conseguir concretizar os nossos objectivos, no menor tempo possível”, declarou.

David Monteiro garante que a ARNSV, está a trabalhar neste sentido, tanto para “Djeu” como para Santo Antão.

Este que é um projeto futuro da associação.No entanto, até que isso aconteça, é preciso continuar a trabalhar. E para a próxima travessia já estão inscritas 15 pessoas.

“As inscrições já estão fechadas e a lista entregue ao Instituto Marítimo e Portuário, IMP, e a Capitania dos Portos para terem certeza do número exato de participantes.

“A maioria é de São Vicente, mas temos nadadores que vem do Sal e Boavista. Tínhamos esperança que algum nadador da Praia pudesse vir, mas devido a questões ligadas ao transporte e outros fatores não foi possível.

“Uma complicação para nós aqui em Cabo Verde e esperamos que com o tempo isso venha mudar”, atirou.

Em relação a participação de mulheres disso que espera que a cada edição, elas se sentem incentivadas a participar. “Que isso sirva para incentivarmos cada vez mais a participação feminina na prova e as mulheres a encararem isso como um desafio e também de integração. Temos muito pessoal capacitado e com potencialidades que podem investir neste desporto de natação.”

A anteceder a travessia, na sexta-feira, 07, acontece um Fórum de “Volta a Djeu” no centro Cultural do Mindelo, com o objetivo de discutir a temática da natação e desportos náuticos em Cabo Verde.

Elvis Carvalho  

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.