IV Congresso Nacional para o Trabalho Digno quer todos os envolvidos na promoção do turismo sustentável

5/10/2022 23:08 - Modificado em 5/10/2022 23:08
| Comentários fechados em IV Congresso Nacional para o Trabalho Digno quer todos os envolvidos na promoção do turismo sustentável

Eleito pelo governo, como um dos principais motores de crescimento socioeconómico e de luta contra a pobreza, o turismo é caracterizado por ser uma indústria de forte complexidade, pela sua transversalidade e ligações estratégicas com outros sectores da economia, bem como para o seu contributo pelo aumento da taxa de empregabilidade no país e consequentes condições de trabalho.

É neste sentido, que arranca, esta quinta e sexta-feira, 06 e 97 outubro, no Sal, o IV Congresso Nacional para o Trabalho Digno, visando uma reflexão e partilha das boas práticas para a promoção do turismo sustentável e inclusivo, realizado pelo Instituto de Segurança e Saúde Ocupacional (ISSO).

Em entrevista ao NN, o presidente do ISSO, avançou que com esta conferência o instituto dar o seu contributo para desenhar um Cabo Verde mais inclusivo no âmbito do ambiente de laboral, ou seja, quer passar durante este dois dias, a convicção daquilo que é o trabalho que têm feito e levar as melhores práticas a nível nacional e internacional, com o foco no turismo sustentável.

“Um turismo mais inclusivo e sustentável, para que haja uma maior garantia das condições de trabalho às famílias trabalhadoras e promover melhorias de qualidade. Que não seja apenas um turismo de satisfação, em si que provoca uma melhoria dos trabalhadores nesta caminhada”, realça João de Carvalho.

No primeiro dia, estão designadas três formações, ou mini cursos para a partilha de noções básicas sobre a prevenção e segurança no trabalho, melhores práticas para prevenir acidente e doenças no trabalho.

“Quando se fala de saúde no trabalho, digo que precisamos dar mais atenção a saúde emocional dos trabalhadores, prepara-los para que tenham uma qualidade de vida no trabalho e que fazem parte do sistema de melhora das condições do trabalho”, apontou o responsável que avançou que os restantes mini cursos irão debruçar-se na legislação laboral.

“Formar e informar os trabalhadores em termos de risco que podem existir dentro do ambiente de trabalho e que podem colocar as suas vidas em risco”.

E por último, a saúde mental e bem-estar no trabalho com Ana Rosa especialista da Organização Internacional do Trabalho – OIT de Lisboa.

A conferência, conforme enfatizou João de Carvalho é destinada a todos os envolvidos do meio laboral nacional, desde dos empregadores, aos directores de empresas e da administração pública.

“Pessoas que querem fazer parte da dinâmica da melhoria das condições de trabalho e do trabalho digno dos trabalhadores”.

Com isto, deixa claro que todo o conteúdo da conferência vai estar disponível a todos que querem trabalhar para a promoção de um trabalho digno e mais inclusivo.

Uma temática que surge em boa hora, quando se fala, neste momento, na “fuga” de trabalhadores para o exterior, como forma de figurem a nossa realidade à procura de um trabalhão mais digno em outro país, sublinhou o responsável.

Para João de Carvalho, este congresso, promovido no âmbito das comemorações do Dia Internacional do Trabalho Digno, assinalado a 07 de Outubro, centra-se na reflexão, apropriação alargada de oportunidades e partilha das boas práticas para a promoção do turismo sustentável e inclusivo.

EC

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.