São Vicente: Presidente da CMSV repudia as acusações do CPR do PAICV e afirma que a câmara tem funcionado na “normalidade”

4/10/2022 17:05 - Modificado em 4/10/2022 17:05
| Comentários fechados em São Vicente: Presidente da CMSV repudia as acusações do CPR do PAICV e afirma que a câmara tem funcionado na “normalidade”

O presidente da CMSV afirmou que tudo tem feito para que a câmara funcione na normalidade e que  “grandes obras” têm sido feitas para evitar grandes prejuízos na ilha resultantes das últimas chuvas. 

Augusto Neves reagiu esta manhã em conferência de imprensa, realizada no Mindelo, às declarações do presidente da Comissão Política Regional (CPR) do PAICV em São Vicente que afirmou na passada sexta-feira que a CMSV tem tido uma “má gestão, ausência de um Plano Diretor Municipal e o contínuo bloqueio”.

Neves afirmou que muitos têm feito politiquices ao invés de ajudar os mais necessitados nessa época de chuva.

Apesar das críticas, o autarca afirmou que vão continuar a “trabalhar com afinco e ignorar aqueles que nem propostas apresentam à ilha”.

As lamas, os entulhos e entupimento do esgoto, segundo Neves,  é comum nesta altura do ano. “Neste momento, recebemos o primeiro reforço financeiro do governo para acelerar a limpeza de toda a cidade e melhorar as habitações mais degradadas e o apoio às famílias”, avançou.

Há muitas obras em curso em São Vicente mesmo com a crise vivida nos últimos anos, dando à ilha um aspecto “mais atrativo”.

O autarca argumentou que “grandes obras” de drenagem de águas fluviais foram feitas pela câmara de São Vicente, entre elas, apontou, o reforço das bacias hidrográficas em várias zonas da ilha, calcetamento e muros feitos diariamente em toda a cidade.

“As drenagens têm funcionado muito bem porque se não fosse a situação seria complicada para a ilha como aconteceu anteriormente”, garantiu.

Por isso, afirmou, um coordenador de um partido deve ser uma “pessoa séria e íntegra e não falar mentiras e blasfémias”.

Durante a conferência, Augusto Neves apresentou os documentos relativos ao Plano Diretor Municipal, os Planos detalhados, relatórios de atividades, conta de gerência, e o Plano de atividades e orçamento para o ano 2023 e que com tais documentos a Câmara tem funcionado na “normalidade”.

Para o presidente da CMSV, “lançar boates com o objetivo de tirar algum proveito político não é de bom tom” ao ouvir dizer que a Câmara está loteando as bacias de drenagem da Ribeira Bote se “fazem parte de todo o sistema de drenagem da ilha”.

Por isso, disse que tal afirmação “é no mínimo, absurdo, perverso e tendencioso e com o objetivo de, mais uma vez, o PAICV tentar enganar a população”. 

“Se os vereadores da UCID e do PAICV não aprovem a agenda de trabalhos, a responsabilidade é deles”, disse Augusto Neves que acrescentou ainda que este assunto já está sob a alçada do Ministério da Coesão e do Ministério Público para analise das deliberações ou outra decisão que for tomada como prevê a lei.

“Relembro que o governo do PAICV de 2000 a 2015 abandonou esta ilha à sua sorte mas nós ficamos aqui lutando para que as condições fossem hoje melhores”, destacou.

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.