São Vicente: Real Sociedade critica Federação cabo-verdiana de basquetebol sobre a não realização do nacional  

3/10/2022 23:25 - Modificado em 3/10/2022 23:25
| Comentários fechados em São Vicente: Real Sociedade critica Federação cabo-verdiana de basquetebol sobre a não realização do nacional  

Depois de ter conquistado em 2022, todas as competições regionais de Basquetebol de São Vicente, do Torneio de Abertura, da Taça de São Vicente e pela primeira vez vencedor na sua história do Campeonato Regional da ilha, a equipa do Real Sociedade da Zona Sul de São Vicente, viu-se negada a participação do nacional da modalidade, por simplesmente não ter sido realizada. 

Representante da ilha do Monte Cara na competição nacional, a direcção da Associação Desportiva e Recreativa Real Sociedade, avançou que o campeonato estava agendado para o dia 04 de Setembro passado, entretanto foi cancelado e desde então, nunca mais tiveram nenhuma informação.

Ivanildo Delgado Vice-presidente do Real Sociedad para modalidades, diz que a equipa esteve a treinar durante todo este tempo, visando a preparação para a prova, que não vai acontecer. “Não temos tido nenhuma resposta da federação sobre a competição”, realça. 

“Isso criou vários constrangimentos. Alguns jogadores estavam a usar as suas férias para poderem participar no nacional, outros meteram dispensa nos seus trabalhos, e depois tiveram que voltar ao trabalho outra vez, entre outras situações”.  

Uma injustiça, diz Ivanildo Delgado, para as equipas das ilhas que estavam a espera do nacional, isso numa altura que foram realizadas todos as provas rainhas das diferentes modalidades e vêm o basquete a ficar de fora, numa altura, relembra, que a seleção nacional tem tido uma boa prestação, e por isso pede mais atenção para a modalidade na ilha.

“É bom reverem os feitos que a seleção tem feito lá fora, e não prestarem atenção aos campeonatos regionais e nacional não terem visibilidade”, salienta este jovem dirigente, que sente-se triste e desanimado pela forma como a modalidade tem sido tratada.

“Basquete de Cabo Verde não é só a seleção. Ele tem que começar de algum lado, das bases até chegar a seleção”, frisou. 

Por isso, defende mais visibilidade da modalidade e relembra que esta seria a primeira vez que a equipa iria participar num nacional e os impactos que o desporto tem tido neste projeto social, que nasceu há 15 anos. 

“Já temos 15 anos neste projeto e este seria o nosso primeiro campeonato. E sentimos triste de não ter nacional. Os jogadores estão desanimados, porque muitos estão no projeto há vários anos e seria uma estreia”. 

E com a nova época a portas, a realização da prova é uma miragem e até ao momento a Federação Cabo-Verdiana de Basquetebol não deu nenhuma justificativa sobre a não realização da prova. 

“Sem o nacional, isso após tudo o que passamos, a pandemia, a realização de várias provas nacionais e o basquetebol ficar de fora, a retoma do desporto. Isso é um desrespeito não só para o Real Sociedad, mas também para todas as equipas, jogadores, equipa técnica, que em muito esforço conseguiram participar no regional, serem campeões e chegar no final, nada de nacional”, atirou Ivanildo Delgado, que avançou ainda que a associação que faz parte espera uma justificativa da entidade que gere o basquete nacional. 

EC

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.