Vox Pop/Recrutamento de cabo-verdianos para trabalhar em Portugal: Uma “oportunidade única” a não perder

3/10/2022 23:39 - Modificado em 3/10/2022 23:39
| Comentários fechados em Vox Pop/Recrutamento de cabo-verdianos para trabalhar em Portugal: Uma “oportunidade única” a não perder

Os recentes recrutamentos de cabo-verdianos para trabalhar em terras lusas é visto com bons olhos por alguns mindelenses abordadospelo Noticias do Norte. As filas longas para entrega de documentos por parte dos interessados são esperadas em todos os dias úteis da semana em instituições que fazem o recrutamento em dias já agendados.

O NN percorreu várias artérias da cidade do Mindelo para saber a opinião de alguns mindelenses acerca dessa saída desenfreada de cabo-verdianos do país para ocuparem um prometido cargo em Portugal.

Deusalinda Silva, 33 anos – “Estou de acordo com esta saída. Não apenas em São Vicente, como no país inteiro está com muitos jovens que já terminaram a licenciatura, que têm filhos, mas que infelizmente não têm um emprego fixo. Infelizmente o governo e as câmaras não fazem nada para ajudar. Por isso, quem se deparar com esta oportunidade agarra-o.

Hélia Jesus,  21 anos – Acho que esta iniciativa é muito boa. São grandes oportunidades para os jovens e também é uma oportunidade para conhecer outros lugares, ter uma vida estável porque neste nosso país não há como ter uma vida melhor.

Fidel Neves, 49 anos – Esta saída vai melhorar a vida de muitos cabo-verdianos. Os salários são mais convidativos e será muito bom para muitos familiares e para a pessoa em si. E depois vai ser melhor para nosso país porque vai haver mais vagas de emprego para os que ficaram.

Andira Rodrigues,  27 anos – Acho que fazem muito bem em sair do país porque em Cabo Verde não há oportunidades para os jovens. Muitos vão poder ajudar os familiares aqui. E se houver possibilidade de ajudar alguém a ir trabalhar em Portugal também é válido.

Paula Gomes, 36 anos – é uma grande oportunidade para todos. Em Cabo Verde trabalhar está sendo totalmente difícil, muitos jovens desempregados. Se há possibilidade de ir, que vão. É preciso lutar pela vida. Tudo está complicado. 

Melissa Almeida, 22 anos – Para quem quer uma vida melhor, esta é uma grande oportunidade. No nosso país nem sempre temos dinheiro suficiente para sustentar a nós mesmos e pior quando há filhos. Muitas das vezes aquilo que se recebe nem dá para um mês inteiro. 

Kevin Chantre, 27 anos – Por um lado é muito bom porque há muitas pessoas desempregadas, mas com o tempo vamos precisar de mais mão-de-obra. Pode ser que alguns vão ocupar as vagas, mas há muitos que não querem trabalhar.

Carla Gomes, 36 anos – Acho que é mais uma oportunidade porque aqui o poder de compra está difícil e se este é o momento para partir, não há como recusar. Cada um faz da sua vida o que bem entender e que Deus os acompanhe. Aqui estamos muito estagnados. Os salários não aumentam e os problemas continuam. 

António Gomes, 59 anos – Na minha opinião a cada dia, viver em Cabo Verde está cada vez pior, muitas pessoas a passarem por maus bocados, licenciados sem trabalho. Ir é a melhor decisão. No meu caso, já estou a tratar dos documentos para deixar o país. 

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.