A partir de 2023 Cabo Verde terá mais três mil beneficiários da pensão social, que serão maioritariamente idosos 

26/09/2022 22:48 - Modificado em 26/09/2022 22:52
| Comentários fechados em A partir de 2023 Cabo Verde terá mais três mil beneficiários da pensão social, que serão maioritariamente idosos 

Um dos objetivos concretos do governo de Cabo Verde, conforme a secretária de Estado da Inclusão Social, é aumentar aumentar o número de beneficiários da pensão social para, que a partir de 2023 o país tenha mais três mil beneficiários, que serão maioritariamente idosos, garantiu Lídia Lima à margem da abertura da semana do idoso em São Vicente.

Este é um trabalho que está sendo feito, tendo em atenção os dados do Cadastro Social único, prosseguiu, realçando que os dados evidenciam o número expressivo de pessoas idosas a viver em situação de extrema pobreza em Cabo Verde. “E porque estamos a trabalhar para não deixar ninguém para trás, para erradicar a pobreza extrema, temos de combater com programas com incentivos para a terceira idade”, evidenviou Lídia Lima.

Enquadrado no Dia Internacional do Idoso e sob o lema “A proteção social da pessoa idosa: envelhecer com dignidade” o Ministério da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, através da Direção Geral da inclusão, em parceria com as Câmaras Municipais promove de 26 de Setembro a 01 de Outubro ‘’Semana da Pessoa Idosa’’.

O evento é uma forma de promover a reflexão sobre a proteção, a todos os níveis da pessoa idosa na sociedade, enquanto direito desta camada da população e responsabilidade de todos, conforme Lídia Lima.

“Pretendemos com estas atividades promover espaços de debate acerca do envelhecimento da população, espaços de debate acerca de direitos e dignidade dos idosos, mas também da conscientização de tudo aquilo que é necessário fazer ainda mais pela própria sociedade, das organizações da sociedade civil das instituições para protegermos e salvaguardarmos os direitos das pessoas idosas em Cabo Verde”.

Aponta que a nível mundial, a tendência de aumento da população idosa, e Cabo Verde também tem uma grande percentagem, sendo que muitos deles vivem em situação de extrema pobreza e de vulnerabilidade. “É neste sentido que queremos partilhar com as instituições locais, parceiros locais, aquilo que é necessário fazer para melhorar as condições de vida dos idosos e também partilhar todos os programas que estão a ser implementados pelo Estado de Cabo Verde”, salientou a governante.

Diz que o governo tem um conjunto de planos e programas para a terceira idade, entre os quais o planos nacional de cuidados, do plano nacional da saúde da pessoa idosa, implementado pelo Ministério da Saúde e avançou ainda a intenção do governo de aumentar o número de beneficiários da pensão social.

Para o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, esta é uma semana de extrema importância, uma semana de reflexão e levar a sociedade a refletir que a responsabilidade não é somente do governo, da câmara municipal, das associações e das igrejas e relembra que as responsabilidades começam na família.

“Essas pessoas tem filhos, netos, bisnetos, sobrinhos e se todos nós fizermos um pouco, de certeza que daremos aos nossos idosos uma vida com dignidade, uma vida melhor”, realça Augusto Neves que diz ainda que a família muitas vezes esquece das suas responsabilidades e isso nem sempre é bom.

“Pedimos que a responsabilidade seja compartilhada fundamentalmente para os membros da família assumirem as suas responsabilidades dos seus idosos, dos seus velhos, para que todos possam ter uma velhice melhor, alegre e com dignidade”, destacou.

EC

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.