“Insularidade Universalidade na Literatura” é o tema do X Encontro de Escritores de Língua Portuguesa acontece na Cidade da Praia

20/09/2022 16:17 - Modificado em 20/09/2022 16:21
| Comentários fechados em “Insularidade Universalidade na Literatura” é o tema do X Encontro de Escritores de Língua Portuguesa acontece na Cidade da Praia

O X Encontro de Escritores de Língua Portuguesa (EELP) acontece de 6 a 8 de Outubro, na Cidade da Praia, sob o tema “Insularidade Universalidade na Literatura” e vai reunir escritores e investigadores de todos os países da lusofonia.

Uma iniciativa da Câmara Municipal da Praia, a União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), em parceria com a Empresa de Mobilidade e Estacionamento da Praia (EMEP), a Academia Cabo-verdiana de Letras (ACL) e a Sociedade Cabo-verdiana de Autores (SOCA).

Jorge Garcia, vereador da Cultura e Economia Criativa, que apresentou o programa de actividades do X Encontro de Escritores de Língua Portuguesa (EELP), avançou que assume uma especialidade por reunir escritores de todos os países da lusofonia, contribuindo assim para o diálogo e enriquecimento recíproco entre os escritores cabo-verdianos e as diferentes literaturas de expressão em Língua Portuguesa.

Segundo o vereador da Cultura, o encontro será palco, igualmente, da divulgação do prémio de revelação literária UCCLA – Câmara Municipal de Lisboa, com apresentação de duas obras premiadas em 2022, a “Caligrafia” (Texto de Poesia) de Alexandre Assine e “Três dias em Fevereiro”, romance de Ricardo Ferreira de Almeida.

Nestes três dias, conforme Jorge Garcia, vão ser abordados temáticas relevantes, nomeadamente “Literatura, insularidade e universalidade”, “Literatura e Sociedade – Inclusão e Património”, “Vozes Femininas na Literatura – Insularidade e Universalidade”, “Políticas e temáticas da literatura Contemporânea e Lusófona”, testemunhos sobre “Eu escritor”.

À margem do encontro, acontecem ainda actividades diversas, mormente visitas a escolas, Feira do livro e apresentação de revista “Novas Letras: Homenagens a Oswaldo Osório, Teobaldo Virgínio, Dina Salústio e Manuel Lopes”, de entre outros.

Aquele responsável destacou ainda a relevância deste evento que durante estes três dias estará no centro do mapa literário da lusofonia, salientando que será uma oportunidade para falar da literatura dos “pequenos espaços” e a sua abertura ao mundo das influências que possui, mas também da sua transcendência.

“Vai despertar também novos talentos no domínio da literatura, os escritores estarão também nas escolas para levar seu conhecimento aos alunos”, frisou.

Conforme identificou Jorge Garcia, de Cabo Verde participam do X Encontro de Escritores de Língua Portuguesa (EELP), Augusta Teixeira, Fátima Fernandes, Manuel Veiga, Hermínia Curado, Elisangela Rocha, Daniel Medina, Dina Salústio, Vera Duarte, Andreia Mosso, João Lopes Filho, Madalena Neves, Manuel Brito Semedo, Germano Almeida, Jorge Carlos Fonseca e José Luís Tavares.

De Angola, José Eduardo Agualusa e Lopito Feijó, do Brasil Alexandre Assine e Domício Proença Filho participam online, da Guiné Bissau Tony Tcheca, Moçambique consta Mia Couto com uma apresentação online, Sheilla Kan e Ungulani Baba Kossa, de Portugal Ricardo de Almeida, Inês Barata Rapouso e Valter Hugo Mãe, São Tomé e Príncipe com Inocência Mata e de Timor-Leste Luís Cardoso.

De referir que em junho de 2019, a cidade da Praia acolheu a IX edição do Encontro de Escritores de Língua Portuguesa que naquele ano teve como tema principal a literatura infantojuvenil. O homenageado foi Germano Almeida.

NN/Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.