Ano letivo 2022/2023 arrancou esta segunda-feira com mais 131 mil alunos no regresso as aulas

19/09/2022 16:06 - Modificado em 19/09/2022 16:06
| Comentários fechados em Ano letivo 2022/2023 arrancou esta segunda-feira com mais 131 mil alunos no regresso as aulas

Cerca de 113.720 mil alunos, do Ensino Básico (EBO) e Secundário (ES), regressem às escolas do país, conforme a  Direcção Nacional de Educação. Esse número é distribuido por 6.266 professores. A rede de transportes e alimentar também está a ser preparada, estando previsto que 82 mil alunos tenham acesso a uma refeição quente.

Neste  ano lectivo 2022/2023 o regresso as aulas arranca sob o lema “Resiliência e Confiança por uma Educação de Qualidade”.

Neste dia 19 de setembro, está previsto que  um total de 113.720 alunos, sendo 81.222 do EBO e 32.498 do ES. No total há 450 escolas à espera destes alunos, sendo 406 do EBO, e 44 do ES, de acordo com Adriano Moreno, director Nacional da Educação (DNE).

Relativamente aos professores contratados , o numero está fixado em 6.266 professores, sendo 4.098 afectos ao ensino básico obrigatório e 2.168 ao secundário.

Na semana passada o ministro da educação, Amadeu Cruz, indicou que o ano lectivo 2022/2023 decorrerá num quadro de estabilização das matrizes do ensino básico obrigatório, do 1º ao 8º ano de escolaridade, e de continuação da implementação da reforma curricular do ensino secundário, via geral e via técnica, iniciada no ano lectivo 2021/2022.

Uma das grandes novidades deste novo ano letivo é a implementação da língua cabo-verdiana como nova disciplina, por enquanto opcional e experimental, a partir do 10º ano de escolaridade.

Importa frisar que o Banco Mundial está a financiar a reforma do ensino secundário, pelo que está garantido financiamento da produção dos manuais do 9º ano e sequencialmente do 10.º,  11.º e do 12.º ano de escolaridade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.