Cabo Verde passa a ter 60 epidemiologistas de campo a trabalhar em situações de emergência

14/09/2022 00:16 - Modificado em 15/09/2022 01:15
| Comentários fechados em Cabo Verde passa a ter 60 epidemiologistas de campo a trabalhar em situações de emergência

Cabo Verde conta a partir de agora com 60 epidemiologistas de campo, que vão trabalhar na linha da frente para dar respostas a situações de emergência relacionadas com a saúde pública, após a capacitação de mais 15 profissionais.

Esta informação foi avançada hoje pela presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), no âmbito do I Encontro Científico de Epidemiologia de Campo de Cabo Verde – EpiCV, iniciado hoje e com dois dias de duração.Segundo explicou Maria da Luz Lima, epidemiologistas de campo são profissionais que trabalham em todas as áreas da saúde, tanto humana como animal, e ambiental, e que estão na linha da frente nas respostas à saúde, sobretudo relacionadas com emergência na saúde pública e outras situações de doença ou determinantes da saúde.

O programa de treinamento em epidemiologia de campo, prosseguiu, vem sendo implementado em Cabo Verde desde Junho de 2021, sendo que, no decurso desse encontro, mais 15 profissionais de saúde vão finalizar o treinamento.

“Esse treinamento já existe em várias outras paragens, obviamente, só que em Cabo Verde ainda não tinha sido implementado”, frisou, reconhecendo que o arquipélago sentiu essa necessidade com a pandemia em que os epidemiologistas de campo ou os epidemiologistas no geral, sublinhou, têm um “papel fundamental” na gestão das emergências em saúde pública.

Daí que realçou a importância deste treinamento, afirmando que teve por objectivo contribuir para a construção de uma rede activa e coesa de resposta oportuna, atempada e coordenada de vigilância.

Com isto, o Instituto Nacional de Saúde Pública, na voz da sua presidente, enquanto coordenador deste projecto, pretende fortalecer as capacidades básicas dos profissionais que actuam na primeira linha na resposta de campo em situações de surtos e emergências em saúde pública principalmente no contexto da abordagem “Uma Só Saúde”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.