São Vicente: Ministro da Cultura afirma que acervo da CNAD foi assaltado e o caso foi entregue à Polícia Judiciária

8/09/2022 22:41 - Modificado em 8/09/2022 22:42
| Comentários fechados em São Vicente: Ministro da Cultura afirma que acervo da CNAD foi assaltado e o caso foi entregue à Polícia Judiciária


O ministro da Cultura disse hoje, no Mindelo, que o acervo do Centro Nacional de Artesanato e Design, em São Vicente, que se encontrava nas instalações da TACV foi assaltado, vandalizado e a Polícia Judiciária está a investigar.

Abraão Vicente falava aos jornalistas à margem de um encontro que manteve com uma missão do Banco Mundial.

“Hoje, o novo director do Centro Nacional de Artesanato e Design (CNAD) foi ao acervo e verificou que teve um assalto. A Polícia Judiciária já foi accionada e está a investigar o caso”, explicou o ministro que disse ter tomado conta da informação quando estava de viagem da cidade da Praia para São Vicente.

Segundo o governante, foram subtraídas parte do espólio do CNAD, após forçarem uma porta traseira, mas ainda não sabem quais peças foram levadas pelo que a PJ vai averiguar.

“Eu faço este alerta para que qualquer tentativa de venda de produtos ligados ao artesanato e que possa também ter o selo do CNAD seja rapidamente denunciado, porque a ilha é pequena e eu tenho a certeza absoluta que a Polícia Judiciária irá fazer o seu trabalho e vamos ter de volta as peças do CNAD”, alertou.

Os serviços do CNAD foram transferidos temporariamente para as antigas instalações dos TACV por ocasião das obras de reabilitação e ampliação da antiga Casa do Senador Vera-Cruz, concluídas recentemente, e inauguradas a 31 de Julho do corrente ano.

Por isso, segundo o ministro, grande parte do espólio ainda estava lá depositada, aguardando a transferência que já estava a ser tratada.

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.