Chuva intensa inundou as ruas da cidade e bairros: danos materiais já se notam

6/09/2022 22:50 - Modificado em 6/09/2022 22:50
| Comentários fechados em Chuva intensa inundou as ruas da cidade e bairros: danos materiais já se notam

Em São Vicente, foram precisos poucas horas de chuva intensa para se deparar com uma série de estragos nesta terça-feira de manhã em varias zonas e bairros da ilha. Os estragos são vários colocando em causa a circulação de pessoas e meios de transportes. 

Às 6h da manhã desta terça-feira, a chuva começou a cair intensificando a cada momento até um pouco depois das 11h, quando a calmaria se instalou. As redes sociais também foram inundadas de fotos e vídeos de vários pontos da ilha, dando uma visão geral da intensidade da chuva.

Ruas inundadas, estradas esburacadas com amontoados de lixo, plantas, muita lama foram os principais obstáculos que dificultaram os acessos de transportes e pessoas.

Na zona de Chã de Alecrim, a chuva foi obrigada a encontrar caminho mesmo que tivesse que destruir o que encontrava pela frente. Nesta mesma zona, um prédio que muitos dizem ser construído num local proibido, quase foi isolado pela água que ali escoava e acabava por criar um fosso bem ao redor da casa.  

Descampados de Ribeirinha em direção à rotunda de Ribeira Bote se transformaram em autênticas piscinas, já que a muita água que se escorria das estradas foi se concentrar ali e depois em direção a estrada da Rua do Estádio Adérito Sena. Uma trajetória da água da chuva intensa que continuou na rua do Coco, arredores de Praça Estrela.

Na Rotunda de Ribeirinha já se avistava o quão difícil era caminhar por aquelas bandas. Muita água, muita lama e os que por ali caminhavam enfrentavam a batalha de caminhar pela lama: chinelos na mão e pés no chão inundado.

Os estragos não foram somente em estradas, ruas e ribeiras. Há sempre quem foi atingido dentro das suas casas e derrotado pelas águas, mesmo após dar tudo de si para conseguir livrar-se da água.

“Estou aqui a pedir ajuda para encontrar um lugar com urgência para mim e minha família. Estamos aqui sem saber para onde ir, não temos onde dormir e estamos com medo de a chuva pior”, escreveu uma jovem que teve a sua casa invadida pela água das chuvas.

Uma parte da praia da localidade de São Pedro desfigurou-se fazendo um pouco do areal desaparecer dando lugar a um aglomerado de pedras e enxurradas.

Diante destas e de outras situações, a Câmara Municipal de São Vicente, através do vereador do Pelouro de Proteção Civil, Anilton Andrade, já tem disponível no terreno todos os meios para atender às emergências neste dia de chuva. No entanto, sublinhou que a “situação está controlada”.        

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.