Enxurrada derruba muro de proteção no hotel Foya Branca e inutiliza quartos do 1º piso  

6/09/2022 17:57 - Modificado em 6/09/2022 18:30
| Comentários fechados em Enxurrada derruba muro de proteção no hotel Foya Branca e inutiliza quartos do 1º piso  

A queda da chuva em São Vicente provocou prejuízos considerados avultados no Hotel Foya Branca, em São Pedro. Uma forte enxurrada deitou abaixo o murro de proteção do hotel e destruiu quatro quartos que ficaram completamente inutilizados.  A administração  do Hotel Foya Branca diz que nunca as águas das chuvas derrubaram a parede de proteção.

A diretora do Hotel disse ao NN que “a  construção  do empreendimento ao lado modificou completamente a zona e as enxurradas provocadas pela chuva, que antes tinham um caminho de água para percorrer até ao mar,  foram de encontro ao murro de proteção.

O NN sabe que a Proteção  Civil foi chamada ao local e um grupo de técnicos vai começar a trabalhar para apurar as causas do derrube da parede de proteção que até agora tinha resistido as enxurradas anteriores.

Por conta da intensidade da chuva um dos portões do local que dá acesso à praia foi levado pelas águas, as piscinas ficaram completamente inutilizadas. “Sempre que chove uma das piscinas d sofre com as águas, a  outra não porque fica  num nível elevado em relação ao piso”, explicou a mesma fonte.

Em relação aos quartos, estes ficaram completamente inutilizados e  corromperam todo o  1º piso. “Como a parede que caiu fica na parte de trás fica a ideia que é no rés de chão, mas quando estamos na parte de dentro, o piso destruído foi o primeiro andar”, explicou a administradora  que avançou ainda que não é possível chegar ao quartos, porque os corredores ficaram completamente alagados e há risco do piso desabar.

 A diretora  afirma, ainda, que, desde da construção do hotel esta é a primeira vez que deparam com uma situação desta. “Em alguns quartos a água entrou e levou todos o mobiliários para a Praia”, apontou a responsável, que diz agora esperar algum tempo e depois transformar o prejuízo em números.

Devido a  esta situação alguns clientes foram mudados para outro bloco, e o hotel está a cancelar reservas até que a situação fique resolvida.

“Primeiro vamos analisar os prejuízos, reconstruir o murro de proteção, porque estamos completamente vulneráveis, para quem quiser entrar no hotel”, observou.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.