Novo vírus detetado na Índia já infetou 82 crianças com menos de 5 anos

22/08/2022 17:32 - Modificado em 22/08/2022 17:32
| Comentários fechados em Novo vírus detetado na Índia já infetou 82 crianças com menos de 5 anos

Um novo vírus – a ‘gripe do tomate’, como é vulgarmente conhecido – já infetou mais de 100 crianças na Índia, 82 das quais com menos de cinco anos, alertou a revista médica britânica TheLancet. De acordo com a publicação, os primeiros casos do vírus foram registados no estado indiano de Kerala a 6 de maio.

“À medida que lidamos com o provável aparecimento da quarta vaga de Covid-19, um novo vírus conhecido como ‘gripe do tomate’, ou ‘febre de tomate’, surgiu na Índia, no estado de Kerala, em crianças com menos de cinco anos”, apontou o relatório da Lancet.

O vírus está “num estado endémico” e não representa perigo de vida para os infetados, no entanto, “devido à terrível experiência da pandemia Covid-19, a gestão vigilante é aconselhável para prevenir novos surtos”.

A infeção foi denominada como ‘gripe do tomate’ devido às bolhas vermelhas que aparecem no corpo de um infetado e aumentam gradualmente até ao tamanho de um tomate. Os sintomas incluem febre alta, dores no corpo, inchaço das articulações e fadiga.

“As crianças correm um risco acrescido de exposição à gripe do tomate, uma vez que as infeções virais são comuns neste grupo etário e a sua propagação é provável através de um contacto próximo”, sublinhou ainda a publicação.

Além de Kerala, foram também detetados casos no estado de Odisha. “26 crianças (com idades compreendidas entre 1 e 9 anos) foram notificadas como tendo a doença em Odisha pelo Centro Regional de Investigação Médica em Bhubaneswar. Até à data, para além de Kerala, TamilNadu, e Odisha, nenhuma outra região na Índia foi afetada pelo vírus”, explicou.

Ao India Today, a médica SubhashChandra, do Hospital Amrita, frisou que o vírus “não é uma doença fatal, mas é contagiosa e pode propagar-se de pessoa para pessoa, embora as formas reais de propagação da infeção ainda estejam a ser estudadas”.

“Os doentes que desenvolvem ‘febre do tomate’ devem beber muitos líquidos e descansar na cama, como também é aconselhável para outras febres virais, para manter o corpo hidratado e bem descansado”, aconselhou.

Noticias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.