Governo implementa processo para acesso à carteira profissional nas áreas de hotelaria, turismo e restauração

10/08/2022 14:07 - Modificado em 10/08/2022 14:07
| Comentários fechados em Governo implementa processo para acesso à carteira profissional nas áreas de hotelaria, turismo e restauração

O Governo vai implementar o processo de Reconhecimento Validação e Certificação de Competências (RVCC) nas áreas da hotelaria, turismo e restauração, com vista a criar as condições necessárias para o acesso à carteira profissional.

Nesse processo, cujo acto público aconteceu hoje, na Cidade da Praia, estão engajados a Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV) e o Sistema Nacional de Qualificações, com o apoio da Direcção-Geral do Emprego.

Em declarações à imprensa, o vice-primeiro-ministro Olavo Correia, que presidiu o acto de lançamento público desse projecto, esclareceu que se destina a jovens que estão sem formação e que reúnem as condições e requisitos para terem uma certificação profissional.

“Nós queremos que haja uma aposta na qualidade, que as pessoas possam ter uma função desde que tenham certificação por uma entidade certificada, para que possamos garantir a qualidade dos serviços”, precisou.

Por isso, lembrou que sendo Cabo Verde um País aberto ao turismo há que criar as condições para que os serviços que sejam prestados sejam de qualidade.

“Nós queremos criar as condições para que todos os jovens cabo-verdianos possam estar certificados e tenham uma formação profissional e para aqueles que não as têm, desde que tenham competências, estamos a criar as condições para a certificação”, acrescentou.

Segundo uma nota do Governo, o RVCC é um processo formal que permite aos indivíduos obter o reconhecimento, a validação e a certificação das suas competências profissionais adquiridas ao longo da vida, independentemente de como tenham sido obtidas.

O reconhecimento, validação e certificação de competências profissionais desenvolve-se com base em referências integradas no Catálogo Nacional de Qualificações e destina-se a indivíduos com idade  igual ou  superior a 25  anos  e experiência profissional mínima de cinco anos.

Os empregados de mesa e bar, os guias de turismo, os pasteleiros, os recepcionistas de hotel e os cozinheiros são as profissões regulamentadas para ter acesso à carteira profissional, documento que atesta as competências e qualificações profissionais necessárias para o desempenho de uma profissão ou actividade profissional.

O Governo, através da lei nº107/IX/2020 de 14 de Dezembro, instituiu a carteira profissional como condição indispensável para o acesso e exercício das profissões.

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.