PR considera que a diáspora cabo-verdiana está cada vez mais ativa em Portugal

2/08/2022 00:46 - Modificado em 2/08/2022 00:46
| Comentários fechados em PR considera que a diáspora cabo-verdiana está cada vez mais ativa em Portugal

O Presidente da República, José Maria Neves, terminou ontem, 31 de julho, a sua visita de Estado a Portugal com contactos com as comunidades cabo-verdianas dos concelhos de Oeiras e de Amadora. José Maria Neves parte com a ideia de que a nossa diáspora está cada vez mais ativa na vida de Portugal em vários setores e pediu aos emigrantes que participem no processo de desenvolvimento de Cabo Verde.

JMN terminou a sua visita à Portugal com a visão de que a comunidade cabo-verdiana está a ganhar mais poder e com melhores condições de exercer a sua cidadania em Portugal e de participar mais ativamente no processo de desenvolvimento de Cabo Verde.

A titulo de exemplo, o PR referiu, em entrevista à RCV, em Loulé e Faro as comunidades cabo-verdianas de todos os estratos sociais muito bem integrados, a participam na vida política municipal.

“Pessoas muito bem integradas profissionalmente e estamos aqui apesar das dificuldades com organizações da sociedade civil conseguem estabelecer pontes, criar consensos, realizar ações que permitam a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, disse

Além da relação entre os Estados, considerada excelente, JMN afirmou que é preciso dar suspense as empresas, universidades, escolas de formação profissional, ONG’s e municípios que tem potencial para reforçar as relações entre Portugal e Cabo Verde com particular destaque para alguns setores.

Para o PR, há neste momento vários corredores que podem ser aproveitados por toda a diáspora ao serviço do desenvolvimento de Cabo Verde. O momento é de crise e JMN reconhece medidas do governo para mitigar os seus impactos, mas diz que é preciso fazer desde já a ponte para o futuro.

“Estão a ser tomadas medidas para mitigar os efeitos da crise e ao mesmo tempo temos que pensar a medio e longo prazo, criando as condições para diversificar a nossa economia, para garantir a saída da crise e a criação de condições para acelerarmos a transformação do país no pós-crise”, destacou o Presidente da República de Cabo Verde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.