Crianças com deficiência da Tanzânia traficadas para mendigar no Quénia

27/06/2022 16:19 - Modificado em 27/06/2022 16:20
| Comentários fechados em Crianças com deficiência da Tanzânia traficadas para mendigar no Quénia


Uma investigação secreta levada a cabo pela BBC em África expõe, num relatório, uma rede ilegal que traficava crianças portadoras de deficiência da Tanzânia para o Quénia, para estas mendigarem.

Um repórter infiltrado da emissora pública britânica conseguiu estabelecer contacto com algumas destas crianças que estavam detidas e obrigadas a mendigar nas ruas de Nairobi.

A equipa de investigação descobriu que os captores quenianos da rede ilegal enganaram as famílias das crianças na Tanzânia e persuadiram-nas a entregá-las, com a promessa de um futuro melhor.
Além disso, o bando criminoso prometeu aos pais das crianças que as trariam de volta e que entregariam quaisquer rendimentos que obtivessem do suposto trabalho, o que nunca aconteceu.

A reportagem de oito minutos mostra como os captores levam estas crianças, com deficiências físicas e em cadeiras de rodas, para mendigar nas ruas de Nairobi e depois as recolhem para ficarem com as receitas.

O programa consegue registar, através de uma câmara oculta, colocada numa pessoa que se faz passar por um limpador e que vai recolhendo informações, como estas crianças são levadas para lugares sobrelotados, sujos e sem ventilação, onde vivem trancadas com cadeados.

Uma destas crianças deficientes, Fara, com quem a equipa de investigação fala, diz à repórter da BBC NjeriMwangique que “sente falta” da sua mãe e que um dos seus captores “o espanca” quando não recolhe “o suficiente”.

Através da operação infiltrada da BBC, a polícia queniana abriu uma investigação e conseguiu libertar algumas das crianças capturadas, que serão repatriadas para a Tanzânia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.