Parlamento: UCID apela ao governo mais atenção e mais disponibilidade de meios para ajudar as famílias 

23/06/2022 16:40 - Modificado em 23/06/2022 16:40
| Comentários fechados em Parlamento: UCID apela ao governo mais atenção e mais disponibilidade de meios para ajudar as famílias 

Apesar da atual conjuntura e de um país com fracos recursos, a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) pediu ao governo “mais atenção, mais disponibilidade de meios” para ajudar as famílias que mais necessitam. Os democratas-cristãos afirmo que a tentativa do governo em colmatar a situação das famílias não está sendo de todo alcançada.

António Monteiro, deputado da UCID pelo circulo eleitoral de São Vicente, reagia a declaração política feita pelo deputado do PAICV, António Fernandes, que pronunciou sobre a situação social e questões que supostamente o governo não tem respondido da melhor forma as dificuldades dos cabo-verdianos.

Monteiro apontou que a guerra na Ucrânia, a seca prolongada e a pandemia da covid-19 têm colocado o país numa “situação difícil”, impactando assim as famílias, os cidadãos e as empresas.

Relativamente as famílias, a título de exemplo, sublinhou que para além de dificuldades em colocar a panela ao lume e de ter acesso a medicamentos, muitas têm encontrado dificuldades em assumir compromissos perante a empresa produtora e distribuidora de energia e agua.

“E o governo do nosso ponto de vista, vai tentando colmatar a situação. Mas esta tentativa do governo em colmatar a situação, não está sendo de todo, do ponto de vista da UCID, alcançada isto porque o país não tem todos os recursos necessários para o efeito”, observou.

Com base na declaração política do PAICV, este deputado, em nome do partido, lançou um apelo ao governo, “para que realmente se faça mais”, mas de forma direcionada para as famílias e pessoas “que não têm a mínima hipótese de conseguirem criar as condições para minimizarem a situação com que estão a viver neste momento”.

“A UCID pede ao governo mais atenção, mais disponibilidade de meios, sabendo de antemão que nós temos um país com fracos recursos, mas é uma questão de definição de prioridades para que realmente possamos ter menos problemas sociais”, finalizou o deputado António Monteiro na sua intervenção no parlamento.

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.