FCF nega responsabilidades da não viagem da equipa do Botafogo para a ilha do Fogo.

22/06/2022 23:33 - Modificado em 22/06/2022 23:33

A Federação Cabo-verdiana de Futebol, FCF, diz que a equipa do Botafogo negou a embarcar esta quarta feira, 22, devido ao atraso verificado na partida o navio.

Perante o sucedido com a delegação da equipa de futebol do Botafogo, e a “desinformação nas redes sociais”, a Federação Cabo-verdiana de Futebol, assegura que após desde do dia 13, que a equipa do Botafogo estava ciente que a viagem Praia/Fogo, após o jogo em São Vicente, que seria de barco no dia 20 de Junho.

E que após a avaria do navio, prosseguiu a organização do Campeonato Nacional Sénior Masculino, em comunicado, foi garantido todas as condições de logística (Transporte, Alojamento, Alimentação) no Centro de Estágio da Praia, bem como a realização dos treinos.

E que após confirmação da parte da CV Interilhas, pela reprogramação das viagens no percurso PRAIA/FOGO/BRAVA, a FCF afirma que teve a informação de que hoje, 22 de Junho, a viagem seria as às 02:00.

Neste sentido, a direcção da equipa de futebol foi informada na pessoa do seu presidente, Júlio Monteiro, da confirmação da viagem. E que tal não aconteceu, após estarem no cais desde da meia noite até as 08 :30 da manhã, porque o treinador e os jogadores, por iniciativa própria recusaram embarcar, mesmo com o atraso verificado na partida do navio, fator esse que a FCF, garante não controlar.

Uma situação que o organismo que gere o futebol nacional considera ter sido desagradavel, mas que optou por uma nova intervenção, garantindo, mais uma vez, estadia, refeições e organização dos treinos.

E que espera que hoje, 23 de Junho, a delegação consiga seguir viagem, no Navio Praia D’Aguada às 01:00.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.